Homem que matou ex-mulher com 6 facadas em Guaíra, em junho, é preso em Guaraci

Publicado em 29 de novembro de 2011 às 22h50
Atualizado em 29 de novembro de 2011 às 22h50

PB280003O homem que matou a ex-mulher com pelo menos seis facadas no último dia 25 de junho, chocando a população de Guaíra, foi preso ontem à noite pela Polícia Militar de Guaraci.

Através de denúncia anônima pelo 190, os militares Ferreira e Tavares, juntamente com policiais civis comandados pela delegada Débora Cristina Abdala Nóbrega, foram à rua Belmiro Vicente, 4, onde Danilo Aparecido Campos, 23, estaria residindo. Ao avistar os policiais, tentou fugir, sendo alcançado na avenida Natal Pastres, no Jardim São Vicente.

O procurado pela Justiça, com mandado de prisão, Danilo, foi alcançado e dada voz de prisão, sendo, posteriormente encaminhado à Cadeia de Barretos, cidade, por sinal, que ele é natural.

O CRIME

Uma mulher foi assassinada pelo ex-marido, na madrugada de 25 de junho deste ano, no bairro Tonico Garcia, em Guaíra. Segundo a Polícia Militar, Danilo Aparecido Campos invadiu a casa da ex-mulher, pegou o filho de sete meses e entregou para um homem que esperava por ele do lado de fora da casa.

danilo-300x194Após deixar a criança, Campos retornou à residência, entrou no quarto em que Denise Jaqueline Neves, de 23 anos, dormia e a esfaqueou no tórax, braços, pernas e nas costas.

O irmão de Denise, Danilo Luís Neves, de 26 anos, viu Campos esfaqueando a irmã e tentou ajudá-la, mas o suspeito que esperava no exterior da casa entrou no cômodo com uma faca e atingiu o rapaz no braço e no rosto.

Os dois fugiram levando a criança e até então não tinham sido localizados. Neves chamou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), que encaminhou Denise até o pronto-socorro da cidade, mas a vítima chegou sem vida ao local.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

2 comentários

  1. Junior disse:

    e a criança ainda estava com ele?

Faça um comentário