Homem é preso por agredir a mulher, ameaçá-la de morte, e não pagar a pensão

Publicado em 02 de novembro de 2013 às 13h33
Atualizado em 02 de novembro de 2013 às 13h33

 

Além de agredir a companheira com socos em seu rosto e ainda ameaçá-la de morte, Márcio José da Silva, 30, morador no bairro Boa Esperança, ainda estava com mandado de prisão decretada por não pagamento de pensão alimentícia. Resultado: foi preso na manhã deste feriado de Finados (2) pela Lei Maria da Penha (violência doméstica) e ainda por estar condenado pela Justiça, devendo pagar os 30 dias de acordo com a sentença da juíza Adriane Bandeira Pereira, da 1ª Vara Judicial da Comarca.

marcio-jose-da-silva

A guarnição da Polícia Militar, composta por cabo Faccio e soldado Rocha foram acionados pela vítima Eliete dos Santos Silva, 25, via 190, relatando que foi agredida pelo amásio Márcio José da Silva com vários socos em seu rosto e, posteriormente, a ameaçou de morte.

Ela alega que isso tem ocorrido com frequência. Daí, os policiais militares patrulharam o bairro, encontrando o agressor em uma das ruas.

As partes foram apresentadas ao plantão da Delegacia de Polícia Civil, perante o delegado César Aparecido Martins, que, em consulta aos antecedentes de Márcio, descobriu-se que contra ele havia um mandado de prisão por não pagamento de pensão alimentícia, devendo permanecer 30 dias recluso em regime fechado.

O delegado ratificou a voz de prisão dada pelos militares, elaborou o auto de prisão em flagrante delito, e determinou o seu encarceramento na Cadeia de Severínia.

A mulher sofreu lesões leves, foi medicada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e foi liberada.

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário