acerolinha_thumb.jpg

Criança de dois anos não foi molestada e sim comeu muita acerola, atesta cirurgião

Um caso que foi noticiado pelas emissoras de rádio, na manhã desta quinta-feira (7), como averiguação de estupro de vulnerável, envolvendo uma criança de dois anos e a suposição de que o cenário pudesse ser uma creche municipal, caiu por terra na tarde de hoje, conforme apurado com exclusividade pelo Diário de Olímpia.

acerolinha

Segundo boletim registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), os pais de uma criança de dois anos registraram que ela vem sofrendo desde a última segunda-feira (4) com comportamentos de dor e fezes escuras e fétidas, além de dificuldade de andar e assaduras no ânus.

Inicialmente, a criança foi atendida na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Santa Fé, onde reside. O médico teria ministrado soro e liberado o menino. Mas, não houve melhoras e, ontem à noite, com o esposo, a mãe acionou a Polícia Militar que aconselhou encaminhar para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). A médica plantonista acusou, de fato, assaduras ao redor do ânus do menino, que só chorava o tempo tempo, não falava o que havia ocorrido.

Os pais suspeitaram de que o filho pudesse ter sido molestado na Creche Tia Anastácia. Daí a criança tomou mais soro e, com muita febre, delirava dizendo que estava doendo o bumbum, dizia a palavra homem, e mais nada.

A delegada Maria Tereza Ferreira Vendramel determinou que a criança fosse, imediatamente, ao IML (Instituto Médico Legal), de Barretos, e, de lá, como o caso era grave, para a Santa Casa de Misericórdia daquela cidade.

Nesse ínterim, como a criança disse a palavra homem, o seu professor, na referida creche, foi ouvido na tarde desta quinta, na sede da DDM, entre outras pessoas, e liberadas.

O menino foi sedado e passou por uma cirurgia de emergência. “O médico me disse que ele estava com muita inflamação, dor e febre, daí a cirurgia atestou que, no reto, havia muita semente de acerola, e retiradas, o que pode ter causado todo esse transtorno”, disse a delegada ao Diário, agora à noite, com exclusividade.

barbatira

Mesmo assim, a delegada disse que aguardará o documento oficial, que é o laudo do IML, requerido sob urgência devido à gravidade do caso e da suspeita, e que nesta sexta-feira (8), voltará a conversar com os pais, procedendo também outras oitivas. “Parece que eles estavam em um sítio, dias atrás, daí a criança pode ter comido muita acerola, engolindo as sementes”, assinala a delegada.

Nota da Redação: É por essa razão, aguardando um parecer mais técnico e imparcial, que o Diário, mesmo tomando conhecimento da suspeita dos pais e da lavratura do Boletim de Ocorrência na DDM, não noticiou antes. É preciso cautela antes de fazer alarde, envolvendo, inclusive, instituições e pessoas sérias.

22 comentários em “Criança de dois anos não foi molestada e sim comeu muita acerola, atesta cirurgião”

  1. Mas que abuso assimilar homem com o pobre professor. E agora como fica a situação do professor, porque esta história correu por todas as escolas, e todos conhecemos ele, e mais ainda, sabemos que é um profissional muito responsável, e em uma só voz, todos diziam que duvidavam da suspeita levantada em relação ao profissional. Chato demais. Muito chato mesmo…..

    HOje em dia toda população fala mal da educação, fala que a educação não presta, que a educação deixa a desejar, mas enfim, eu posso falar com conhecimento de causa que a educação, o conteúdo dado em sala de aula é muito bom e capaz de produzir bons resultados na vida de um cidadão e formá-lo com criticidade para a vida, mas, o que ocorre na realidade não é falta de educação escolar e sim falta de educação social e familiar.

    Hoje presenciei um caso na porta de uma escola, e vi como o problema realmente é social: uma criança do primeiro ano saiu da escola, e os pais estavam a sua espera, quando ela disse que perdeu o apontador, e, com muita falta de educação, a mãe queria saber quem era a professor, insinuando com muita grosseria que a professora era responsável pelo sumiço do apontador, daí o pai, com um vocabulário esdrúxulo, disse assim: “pode deixar que amanhã eu pego essa professora e bato um papo reto com ela”….

    Incrível, mas a família precisa de uma educação social com urgência….

  2. Ana Paula, concordo em número, gênero e grau.
    Foi um abuso d poder! Quando surgiu esta hipótese de abuso contra a criança, deveria ter sido averiguado em sigilo, qualquer leigo sabe que mais da metade dos casos, ocorre até em membros da própria família, como tios, primos, e pais.
    Mas, foi mais fácil ser o professor. Levaram da creche d forma brusca o humilharam…tenho vergonha de situações como esta!
    E agora? Os envolvidos dirão q estvm fazendo seu trablho?

    Parabéns Concon pelo profissionalismo, por averiguar os fatos antes d publicá-los.

  3. Se eu fosse esse Professor eu processava até A mãe que acusou ele, homem honesto saindo algemado do local de trabalho, para uma pessoa honesta isso é a maior humilhação que existe, eu processava ela e todos envolvidos no caso. Desrespeito ao homem que dedica sua vida a dar educação pra filho de certas pessoas que ficam em casa coçando na calçada olhando a vida dos outros.

    Professor Processa todo mundo!!!

  4. Infelismente hoje em dia o professor é vítima de insinuações maldosas feitas pela grande maioria de pais,e agora como fica o pobre do professor,qtas comadres de plantão o acusaram ,eu sempre ouvi falar muito bem dele,a verdade é uma só ,hoje em dia trabalhar honestamente numa escola é muito arriscado pois tudo que acontece de ruim a culpa é do professor.

  5. Esse professor tem que entrar com um processo por danos morais isso sim, até pra servir de exemplo para as outras pessoas pensarem duas vezes antes de sair acusando, porque apontar o dedo é facil, agora reconhecer o erro e pedir desculpa, difícil o ser humano que faz. É só pesquisar o números de crianças que são violentados por professores que quase não existe, e o números que são violentados por parentes e pessoas próximas. Esse negócio de tudo que acontece com a criança ser culpa do professor tem que acabar.

  6. um absurdo sem tamanho , acusar uma pessoa de um crime tao serio , deveriam ter averiguado antes e nao invadir a escola algemanddo o professor ,e esses medicos da upa como atestam uma coisa dessa sem fazer exames mais conclusos .é lamentavel a injustiça q esse professor sofreu ,deveria processar todas essas pessoas incompetentes isso é um abuso de poder . espero q essa delegada venha a publico desfazer toda essa injustiça

  7. Apenas lamentável,arruinar moralmente um profissional não há palavras para tal fato, apenas lástimas mesmo…
    Acho que toda ação há reação, este professor agora deve tomar uma ação para que sirva de exemplo para todos olimpienses, não apenas para lavar sua moral, para também para colocar no banco dos réus quem lhe agrediu moralmente.

  8. infelizmente ser professor e um risco muito grande hoje em dia uma luta diaria ,dao mais trabalhar os pais que os alunos vejo professor passar por cada coisa viu ,processar nao vai resolver nada tinha que ter uma a lei a favor dos professores pois os pais hoje humilha professor por qualquer cosa faz escando na escola por nada isto nao ta certo tinha que ter regrasss!!! e um absurdo que fizeram com este professor !!!!

  9. Quanta infelicidade para este professor, que mais do que muitos trabalhadores, saem de casa para formar os próximos trabalhadores, as próximas mães, os próximos pais, jornalistas, investigadores, etc.
    O fato ocorrido só demonstra a falta de respeito da sociedade em si para com os honestos. O que ficou muito claro foi o desrespeito principalmente da mídia que divulgou um fato que ainda era, ou melhor, é suspeito, denegrindo a imagem de um trabalhador sério, e também da família, que nem se quer esitou em acusar o professor. Que esse professor, tenha muita força para tentar se reerguer, e que ele consiga fazer isso em primeiro lugar através da justiça.

  10. Estou indignada! Isso é uma tremenda falta de respeito com um profissional tão honesto e responsável com o seu trabalho.
    Como profissional da mesma área, acredito que todos os professores deveriam se unir e protestar contra essa desmoralização com o colega de profissão!
    Processar quem fez essa acusação sem provas é importante sim, mas a DIGNIDADE do professor ficará afetada pelo resto de sua vida….
    Infelizmente os pais hoje em dia não dão o valor necessário aos professores. Lamentável!!!!

  11. E agora eu pergunto e o professor onde fica a moral dele?????????
    Conceteza não acontecerá nada né eu conheço o professor e sei que ele é uma ótima pessoa,e passou uma grande humilhação por culpa de pessoas que são sem caráter aposto que são pais desocupados para falar isso de uma pessoa tão maravilhosa como sei que ele é!!!!

  12. Professor, conheço seu trabalho através de muitos,tenha força ,estamos torcendo por você,não deixe de procurar seus direitos, sabemos que sua consciência está mais do que tranquila,esses pais deveriam ter pensado antes ,cabe agora um bom processo em cima deles somente assim essas pessoas que gostam de ¨barraco¨vão pensar muito antes de cometerem qualquer besteira peça indenização ,e se esses não tiverem como pagar ,muito serviço comunitário neles ou cestas básicas. Vão ter que se virar.

  13. Prof. Murilo, estamos colocando o sindicato a sua inteira disposição para o que for necessário, tanto no âmbito administrativo como judicial, porque não podemos deixar um ato absurdo e covarde como esse ficar impune, sabemos de sua dignidade, dedicação, competência e de sua formação profissional e moral.

    Fraternal abraço,

  14. Concon continua nos informando sobre esse caso, seria muito interessante a população saber o que acontece depois que uma pessoa é moralmente ofendida, se tem lei que pune esse tipo de agressão, a minha indignação é grande, a nossa esperança é saber que a justiça existe.

  15. quanta ignorância desses pais, eles se acharam o dono da verdade e sairam acusando, agora que cara vão levar o filho a essa creche, eu deles ia refletir um pouco…
    tenho varios amigos e amigas Professores, tenho é pena, porque muitos pais não educam, e pensa que professor tem que educar seus filhos,Professor ganha pra alfabetizar ensinar é só, educação tem que dar é que as colocou no mundoooooooo,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *