Bandido que assaltou Pitta dias atrás é morto em tiroteio em Barretos

Publicado em 07 de dezembro de 2014 às 12h35
Atualizado em 07 de dezembro de 2014 às 12h46

Uma tentativa de roubo em residência no bairro Jockey Club, de Barretos, por volta das 23h40, da noite deste sábado (6), envolvendo dois criminosos resultou na morte de um deles que resistiu à voz de prisão dada pelos policiais militares e acabou morto na troca de tiros.

Segundo informações do repórter Ronaldo Moura, do Portal NBR, ao Diário, a PM foi alertada que os criminosos estariam pela casa, e foi feito um cerco. Cientes disso, os bandidos tentaram fugir, pulando diversos muros de casas, mas a PM os cercou.

O marginal conhecido como “Treta”, Rodrigo de Oliveira de Amorim, 28 anos, foi cercado na edícula de uma casa da Rua 18 com a Rua 57. Recebeu voz de prisão, mas, armado, revidou com tiros, sendo alvejado.

O SAMU foi chamado, mas o bandido não resistiu aos ferimentos.

Foi preso o segundo assaltante, Caio Vinicius da Silva, 21 anos.

Descobriu-se que ele foi um dos assaltantes da residência do secretário de Governo de Olímpia, João Paulo Pitta Polisello, recentemente, que chegou a levar o seu carro (foto) abandonando-o em uma vicinal de Barretos.

IMG_6635.JPG

O caso foi registrado pelo capitão PM Vinicius Zoppellari, que estava de Oficial de Área, em Barretos. Ele é o comandante da 2a. Cia. Da PM de Olímpia.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário