Jacyr recebe Cidadania em Barretos e revela a força da Guarani

Publicado em 21 de abril de 2012 às 1h41
Atualizado em 21 de abril de 2012 às 14h38

O diretor-presidente da Guarani S.A., Jacyr da Silva Costa Filho, se emocionou ao receber o Título de Cidadania Barretense, na noite desta sexta-feira (30), ao dizer aos vereadores de Barretos que, devido ao recente falecimento de sua mãe, ficou na dúvida se iria receber a homenagem em data tão próxima, chegou a se reunir com os irmãos, mas lembrou das lições que ela lhe passava de coragem, determinismo e compromisso.

DSC_7198

Como já havia sido anunciado neste Diário, o Título é de autoria dos vereadores Olímpio Jorge Naben (Euripinho) e Leandro Aparecido da Silva Anastácio. No plenário, parentes, convidados, agricultores, autoridades da região, como o prefeito Raphael Cazarine, de Severínia, e o vereador José Elias Morais, Zé das Pedras, ambos convidados ao plenário pelo vice-presidente em exercício Guilherme Henrique de Ávila. O deputado estadual Itamar Borges (PMDB) foi convidado para a mesa principal.

DSC_7156

Jacyr estava acompanhado da esposa Walkyria e da filha Maria Cláudia.

PARCERIA COM BARRETOS

Em seu discurso, um dos autores da homenagem, vereador Euripinho, ressaltou que “esta sessão solene homenageia uma personalidade que, recentemente, teve papel de definitiva relevância na conclusão das obras do Cine Barretos, e que hoje revive graças também aos esforços e a generosidade de grandes barretenses”, elogiando, também, o prefeito Emanoel Carvalho, “pela brilhante iniciativa, pelo exaustivo trabalho, que acabou se transformando em verdadeira luta, para resgatar e devolver à coletividade o nosso Cine Barretos”.

DSC_7164

Euripinho assinalou que Jacyr “coleciona muitas conquistas e feitos da maior importância na sua brilhante trajetória profissional, e é reconhecido mundialmente como uma das maiores autoridades na área de energia sucroenergética. É o único brasileiro dentre os quatro dirigentes que comandam o grupo francês Tereos, uma das empresas líderes do agronegócio em todo o planeta”.

DSC_7177

O vereador citou, ainda, ações sociais e econômicas do grupo Guarani em Barretos: “São incontáveis as relações de muita proximidade e intensidade com Barretos, por meio de obras e iniciativas nos mais diversos setores”, citando a Brinquedoteca da ala pediátrica do Hospital do Câncer; a Mostra do Cinema Francês; a doação da Usina de Reciclagem de Materiais de Construção; o Projeto Reflorestar, o Parque do Peão, em parceria com Os Independentes; a parceria no asfaltamento da Estrada das Contendas; o Projeto Arcanjos; a Campanha de Doação de Sangue e Medula Óssea e, claro, as 318 poltronas do Cine Barretos.

DSC_7170

Na mesma esteira desse discurso, o co-autor do Título de Cidadania, vereador Leandro, e o prefeito Emanoel Carvalho, não pouparam elogios e cumprimentos à Guarani, na pessoa do diretor-presidente, enaltecendo as ações em prol do desenvolvimento da cidade. O prefeito Emanoel, inclusive, trouxe ‘um singelo mimo’ das crianças da ala pediátrica da Brinquedoteca do HC, uma caneta, para o novo cidadão barretense, entregue após o seu discurso.

DSC_7185

O deputado estadual Itamar Borges fez referência de pêsames ao homenageado, pelo falecimento recente de sua genitora, elogiando, por outro lado, a firmeza com que Jacyr prossegue a sua carreira. Teceu, também, comentários sobre o desenvolvimento do agronegócio canavieiro para Barretos e região, citando as ações relacionadas ao social e ao meio-ambiente da Companhia.

DSC_7191

Em seguida, o homenageado recebeu, diante da Mesa Diretora, o Título de Cidadania Barretense das mãos dos autores – Euripinho e Leandro –e, na sequência, a esposa Walkyria entregou para Jacyr um vaso de flores com um cartão contendo uma mensagem.

DSC_7230

A GUARANI E BARRETOS

Finalmente, o diretor-presidente da Guarani discursou, mostrando as relações de Barretos com a Companhia que preside. Inicialmente, Jacyr ressaltou que “é com muita honra que aqui estou para receber este importante título de Cidadão Barretense. Tenho certeza de que a escolha de meu nome se deve à interação que a Guarani, empresa que represento, tem com a cidade de Barretos. Pois Barretos, desde a sua fundação, tem um forte vínculo com a agricultura”.

DSC_7209

Ele relembrou um pouco da história de Barretos: “A família Barreto desmembrou 82 alqueires da Fazenda Fortaleza para a criação do Espírito Santo de Barretos, que foi elevado a município em 1885. A partir da inauguração da estrada de ferro em 1909, transformou-se num importante entreposto para a comercialização da produção agropecuária oriunda de Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso”.

E assinalou que “a ligação de Barretos com a agricultura continua forte. Apesar de ser a sétima maior área agrícola no Estado de São Paulo, é a primeira cidade em termos de valor de produção agrícola. A cana de açúcar ocupa, hoje, 44% da área dedicada ao agronegócio”.

O executivo da Guarani disse que a cana-de-açúcar, cujo cultivou iniciou no Brasil há cerca de 500 anos apenas produzindo açúcar, “passou a produzir etanol no final da década de 70 como a melhor alternativa do País para resolver o grave problema de abastecimento de combustíveis”.

DSC_7173

E, voltou à memória fatos que marcaram o racionamento de combustíveis: “Alguns de vocês devem se lembrar que os postos não abriam aos domingos para racionar o uso de combustível. Após o apagão elétrico em 2001, a cana apareceu novamente como uma das soluções. Gostaria de lembrar que quando ocorreu o problema de transmissão de Furnas, há 3 anos, as cidades próximas das usinas produtoras de cogeração de energia, proveniente do bagaço, tiveram impacto muito menor que as demais”.

Entusiasta do agronegócio canavieiro, Jacyr assinalou que “a evolução da cana não para aqui. Já existem investimentos para se produzir, a partir dela, querosene de aviação e plástico verde. Com a chave da química verde, diversos outros produtos serão feitos a partir da cana de açúcar, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do País”.

DSC_7210

Jacyr mostrou, aos presentes, que não é à toa que a Guarani tem fortes laços com a cidade: “A Guarani tem, hoje, 468 fornecedores de cana que produzem em Barretos e entregam em suas unidades industriais. Com esta importante base de renda a partir da agricultura, Barretos desenvolveu um setor de serviços que é destaque nas áreas de cultura, saúde e educação”.

CULTURA, EDUCAÇÃO E SAÚDE

Na área de cultura, acrescentou Jacyr, “o município hospeda a Festa do Peão de Barretos, promovida pelo Clube Os Independentes, representada pelo meu amigo Hugo, e que atrai para a cidade mais de um milhão de pessoas anualmente. Este evento enaltece o vinculo de Barretos com o agricultor. A Guarani apóia esta importante Festa para Barretos e para o Brasil”.

Ainda sobre este assunto, frisou que “a infra-estrutura do Recinto do Peão é fantástica e a Guarani realizou lá importantes eventos como a Missa com o Padre Marcelo Rossi, assistida por 25 mil pessoas, entre colaboradores da companhia e familiares, e a comemoração do Ano Internacional do Cooperativismo, com a presença de mil produtores rurais”.

Jacyr disse, ainda, que “na área de Saúde, Barretos é referência mundial com o Hospital do Câncer. Esta obra é conduzida pelo meu amigo e empresário do setor agropecuário, Henrique Prata. É emocionante e envolvente conhecer o trabalho desenvolvido pelo Henrique e sua equipe. Um hospital modelo de gestão, capacitação técnica e principalmente, de amor ao ser humano”.

DSC_7150

O executivo revelou que, “por ocasião da inauguração do Ircad, conversei com um deputado da Alsacia, na França, por sinal, agricultor e fornecedor de uma fábrica de amido da Tereos naquela região. Ele me disse sobre como estava impressionado com a qualidade técnica e a motivação do quadro de funcionários do Hospital. A Guarani se orgulha em participar e apoiar as iniciativas desta obra de espírito cristão”.

E, na área de educação, prosseguiu o diretor-presidente da Guarani, “o avanço de Barretos com colégios de ensino médio qualificado, escolas técnicas e faculdades altamente capacitadas, faz com que as empresas busquem aqui seus profissionais e as estimulem a investir na região”.

DSC_7146

E, exemplificou: “A Guarani tem, hoje, em seus quadros, 60 engenheiros formados em Barretos, e está financiando o estudo de 130 colaboradores nas faculdades e cursos técnicos na cidade. Temos apoiado 3 escolas municipais no Programa de Alfabetização”.

10 MAIORES FORNECEDORES: R$ 10 MILHÕES

E as revelações não pararam por aí, Jacyr continuou: “Irei demonstrar com números representativos o vinculo de Barretos com a Guarani: 1200 colaboradores da Guarani moram em Barretos; 468 produtores rurais de Barretos abastecem as nossas fábricas; temos ainda, 130 fornecedores de serviços e materiais da cidade, tais como a Bontur, aqui representada pelo Clóvis Sarri, a Monteleone, representada pelo Mayrton, a SR Embalagens, aqui representada pelo Sérgio Carneiro, entre outros”.

DSC_7134

“Apenas os dez maiores fornecedores da cidade venderam, no ano passado, 31 milhões de reais para a Guarani”, revelou.

Comentando o que o co-autor da homenagem, vereador Euripinho, disse, Jacyr relembrou as ações em Barretos: “Além disso, temos importantes parcerias com a prefeitura municipal de Barretos. Desenvolvemos aqui o projeto de Bem com o Passado, onde 125 professores foram orientados sobre a história arqueológica da cidade, podendo repassar este aprendizado a todos os alunos da rede pública municipal. Com muito orgulho, também ajudamos a resgatar o Cine Barretos, que hoje está pronto e apto a receber peças teatrais e projetar filmes. Com o nosso apoio, tivemos a peça O Amante recentemente. Já há algum tempo também financiamos a instalação de uma usina de reciclagem em Barretos”.

Jacyr concluiu o seu discurso, com agradecimentos e renovação da parceria com Barretos: “Meus amigos e minhas amigas, eu tenho convicção ao afirmar que o futuro de Barretos e o da Guarani estão interligados. Agradeço a esta honrada Câmara Municipal por esta homenagem e aos agricultores barretenses que nos apóiam, o meu muito obrigado. Estou muito orgulhoso em tornar-me um Cidadão Barretense pois Barretos simboliza a abertura de novas fronteiras agrícolas no Brasil”.

EDITORIAL LIDO PELO PRESIDENTE

O vice-presidente em exercício leu, ao final da cerimônia, o editorial do jornal “O Diário de Barretos”, publicado naquele dia, em homenagem a Jacyr. Eis o editorial:

editorial

GALERIA DE FOTOS

[nggallery id=47]

Assunto(s): , ,

Leia também:

Faça um comentário