PF NÃO ENCONTRA PROVAS CONTRA CIRO E O LIBERTA APÓS 88 DIAS EM SP. ADVOGADOS ESTUDAM REPARAÇÃO

Publicado em 17 de fevereiro de 2011 às 18h55
Atualizado em 18 de fevereiro de 2011 às 8h54

DSC013412 EXCLUSIVO – Oitenta e oito dias na prisão da Polícia Federal, em São Paulo, foram ocupados por um olimpiense que, afinal de contas, a Justiça Federal atestou que “por ora, não há indícios da participação de Ciro Marcondes Plaza, no crime investigado”. O proprietário do Exagerado Lanches, de Olímpia, preso em 17 de outubro do ano passado, através de mandado de prisão temporária, pela Polícia Federal, obteve liberdade plena, chegando em sua casa às 2h da madrugada desta quinta (17).

”Foi um grande equívoco”, explicou, na tarde de hoje, o advogado Raphael Zolla de Rezende, de Ribeirão Preto (SP), que integra um escritório de advogados que defendeu o comerciante olimpiense, a ZFRC.

“Ele não chegou a ser sequer denunciado pelo Ministério Púbico Federal, tanto é que não obteve a liberdade provisória e sim plena, sendo revogada aquela fatídica prisão”, explicou o advogado.

Agora, com a revogação exarada pela Justiça Federal do Mato Grosso do Sul (MS), responsável pela investigação de uma extensa quadrilha de tráfico internacional de drogas (da qual a PF anunciava que o comerciante de Olímpia fazia parte), os advogados Raphael, Júlio Zanardi Neto, Lucas Felício Corrêa Curiel e José Carlos Ferreira Neto, estudam “com calma e com toda a profundidade jurídica possível, uma reparação civil pelo constrangimento, prejuízos e por esse grande equívoco passado por Ciro Marcondes Lourenço Plaza”.

OPERAÇÃO DESERTO

Como foi noticiado neste Portal, policiais Federais cumpriram na madrugada de 17 de outubro 50 Mandados de Prisão Temporária e 38 Mandados de Busca e Apreensão nos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Na região, 33 Policiais Federais cumpriram sete Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Temporária, entre eles, Ciro Marcondes.

APOIO DA COMUNIDADE

A prisão temporária do comerciante repercutiu negativamente na comunidade, já que é bem conhecido, que, com sua esposa Juliana, conduz a lanchonete Exagerado Lanches, um dos ícones do segmento na cidade e comarca.

Foram 68 comentários publicados neste Portal que, em sua função jornalística, acompanhou o caso com interesse, também publicando editorial acreditando na inocência, como de fato ocorreu, de Ciro Marcondes. Em sua maioria, esses comentários também torceram pelo comerciante.

Durante esses 88 dias, a esposa Juliana não desanimou e manteve em pé o Exagerado Lanches e, por acreditar no ‘equívoco’, citado pelo advogado Raphael, o cliente assíduo manteve a fidelidade naquele estabelecimento.

Assunto(s):

Leia também:

7 comentários

  1. Gustavo Serrano disse:

    É duro um trabalhador ficar 3 meses preso, longe da família e com sua imagem sendo denegrida, até provar que não é culpado.

    Boa sorte e mais sucesso ao pessoal do Exagerado, do qual sou cliente.

  2. vadao disse:

    a nossa comunidade sempre acreditou na inocencia do CIRO.
    esta credibilidade so foi conquistada pela sua luta diaria, e na sua enorme elegancia en tratar seus clientes e amigos.

    amigo CIRO ,bola pra frente e nos amigos, estamos felizes pelo seu retorno.

  3. lourdes maria disse:

    ficamos felizes de saber que tdo acabou bem com o ciro, que ele ja esta entre os seus familiares boa sorte .

  4. jonatas disse:

    todos amigos felizes por ciro estar bem e graças a deus em ksa com a familia ”
    agora é dar a vouta por cima “

  5. Denis disse:

    Este é o nosso Brazilsinho, pai de família trabalhador recolhido sem indícios concretos.
    Isto é uma vergonha. O Ciro é uma ótima e honesta pessoa, estas situacoes arbitrárias precisam acabar vamos denunciar para a comissão de Direitos Humanos no Brasil, este prejuízo é irreparável.

  6. giselenegro disse:

    nos sempre acreditamos na sua inocência.. força , coragem e fé…como uma pessoa honesta trabalhadora pode sofrer todos esses danos…que deus te ilumine hoje e sempre…

  7. celsonegro disse:

    eu sempre soube que ele era inocente… eu trabalhei com ele, era um funcionario exemplar… que sempre deu duro para conquistar as coisas…como pode passar por tudo isso… boa sorte.. conte sempre com seus amigos

Faça um comentário