Juíza-relatora do caso ‘Natália Dutra’ quer a vereadora de volta ao legislativo de Severínia

Publicado em 22 de agosto de 2013 às 19h28
Atualizado em 22 de agosto de 2013 às 20h15

A vereadora cassada Natália Dutra (PT), de Severínia, que havia sido cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), em sentença do juiz eleitoral substituto Lucas Borges Dias, do Fórum da Comarca de Olímpia, obteve nesta quinta-feira (22), o voto favorável para reformar essa sentença, fazendo-a retornar ao legislativo de sua cidade, da juíza-relatora do TRE, porém uma desembargadora pediu vistas do processo e o julgamento foi adiado.

natalia1

Natália Dutra foi cassada por suposta compra de votos em Severínia. Os advogados que a defendem junto ao TRE-SP, Sílvio Salata e seus filhos Maria Sílvia e Luiz Ricardo, anunciou o trâmite do julgamento de hoje, em primeira mão, ao Diário de Olímpia.

Segundo Silvio Salata, advogado olimpiense com banca na capital paulista junto com os seus filhos, um dos maiores especialistas em Direito Político-Eleitoral do País (além de conselheiro seccional da OAB-SP e consultor do Conselho Federal da OAB), “a juíza relatora Clarissa Campos Bernardo fez um belíssimo voto para reformar o voto de primeiro grau, mas a desembargadora Diva Malerb pediu vistas e o julgamento foi adiado, necessitando, ainda, de mais cinco votos para concluí-lo”.

advogado

O pai da vereadora, advogado criminalista há 25 anos, Florêncio Dutra, ficou sabendo do trâmite através da filha, que também é advogada e esteve acompanhando a sustentação de sua defesa no TRE-SP, e está satisfeito: “Pelo que a Natália me contou, a juíza relatora descaracterizou que a vereadora tivesse cometido algum crime eleitoral e o seu voto foi no sentido de reformar a sentença de primeiro grau, retornando a vereadora imediatamente ao seu cargo, eleito democraticamente pelo povo. Também quero destacar o brilhante papel desempenhado pelo Silvio Salata e seus filhos Maria Sílvia e Luiz Ricardo, que só engrandece a advocacia paulista, em prol da verdadeira justiça e democracia. Com certeza, pela experiência que tenho, embora na área criminal, a tendência é que os demais juízes acompanhem o voto da relatora que, no caso, foi profundo e conclusivo”.

Assunto(s): ,

Leia também:

1 comentário

  1. Gilmar disse:

    PARABÉNS, severinia está torcendo por voce Natalia, nossa querida vereadora.

Faça um comentário