Geninho e Gustavo irão recorrer no TSE contra multa aplicada pelo TRE

Publicado em 05 de agosto de 2013 às 23h53
Atualizado em 06 de agosto de 2013 às 0h22

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) derrubou a decisão de primeira instância do Recurso Eleitoral impetrado pela coligação partidária da candidata derrotada ao cargo de prefeita na última eleição, Helena de Souza Pereira (PTN), que favorecia o arquivamento quanto à denúncia de “abuso de poder econômico e poder indevidos dos meios de comunicação social”. A decisão no TRE-SP, agora, é que o atual prefeito e vice, Geninho Zuliani (DEM) e Gustavo Pimenta (PSDB) paguem uma multa de cerca de R$ 53 mil.

geninho-e-helena

A AIJE (Ação de Investigação da Justiça Eleitoral) envolveu, também, a empresa de radiodifusão Martinelli Ltda e o jornal Tribuna Regional. Na representação, acusou-se o prefeito de ter arrendado a Rádio Difusora AM, os jornais Gazeta Regional e Tabloide de estarem ‘atrelados ao grupo’ do prefeito, e até acusou o prefeito de ter mudado ‘as cores oficiais do município’ preferindo, segundo a coligação de Helena, a cores azul e verde, que simbolizaria o partido DEM, do prefeito Geninho.

O juiz Lucas Figueiredo, em primeira instância, derrubou todas as supostas acusações, julgando improcedente a referida Ação.

Em decisão prolatada na última sexta-feira (2), o juiz-relator Desembargador Roberto Caruso Costabile e Solimene, na Coordenadoria das Sessões do TRE-SP, derruba a decisão de primeira instância e decide pelo arquivamento do processo e aplicação da referida multa.

Em contato com o Diário de Olímpia, na noite desta segunda-feira (5), o prefeito Geninho Zuliani garantiu que, juntamente com o seu vice, Gustavo Pimenta, impetrará recurso, através de seus advogados – Sílvio Salata, Luiz Ricardo Salata e Maria Silvia Salata – junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, não aceitando, portanto, a multa imposta pelo TRE-SP.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário