Ex-juiz de Olímpia, hoje desembargador, é eleito presidente do Tribunal de Justiça

Publicado em 05 de dezembro de 2013 às 0h38
Atualizado em 05 de dezembro de 2013 às 0h41

José Renato Nalini é eleito presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. O desembargador trabalhou em Monte Azul, Barretos e em Olímpia, na década de 70, durante o início de sua carreira na magistratura.

nalini

José Renato Nalini nasceu na cidade de Jundiaí em 1945 e formou-se em Direito pela Universidade Católica de Campinas, turma de 1970.

Foi promotor de Justiça, cargo que assumiu em 1973. Ingressou na Magistratura em 1976, como juiz substituto da 13ª Circunscrição Judiciária, com sede em Barretos.

Também trabalhou nas comarcas de Monte Azul Paulista, Itu e Jundiaí, além da Capital.

Foi promovido, em 1993, ao cargo de juiz do Tribunal de Alçada Criminal, onde ocupou os cargos de vice-presidente e presidente.

É desembargador desde 2004. Foi eleito para integrar o Órgão Especial do TJSP por duas vezes e atualmente é corregedor-geral da Justiça (biênio 2012/2013).

O vice-presidente é o desembargador Eros Piceli. O escolhido para o cargo de corregedor-geral da Justiça é o desembargador Hamilton Elliot Akel.

Foram eleitos no TJ o presidente, vice-presidente, corregedor-geral da Justiça, e os presidentes das seções de Direito Privado, Público e Criminal para o biênio 2014/2015.

VICE-PRESIDENTE

O desembargador Eros Piceli foi eleito vice-presidente para o próximo biênio.

VICE PRESIDENTE

Eros Piceli nasceu em São Paulo no ano de 1949. É formado em Direito pelas Faculdades Metropolitas Unidas, turma de 1973.

Ingressou em 1979 na Magistratura como juiz substituto da 2ª Circunscrição Judiciária, com sede em São Bernardo do Campo. Judiciou, também, nas comarcas de Piracaia, Poá, Guarulhos e em São Paulo.

Assumiu o cargo de juiz do 1º Tribunal de Alçada Civil em 1994 e foi removido para o 2º Tribunal de Alçada Civil (por permuta) no mesmo ano. É desembargador desde 2005.

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

CORREGEDOR-GERAL

Conheça o desembargador Hamilton Elliot Akel, eleito corregedor-geral da Justiça para o biênio 2014/2015: Hamilton Elliot Akel nasceu em 1945 na Capital. É formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, turma de 1969.

CORREGEDOR GERAL

Seu ingresso na Magistratura ocorreu em 1973, como juiz substituto da 32ª Circunscrição Judiciária, com sede em Bauru.

Trabalhou também nas comarcas de Guaíra e São Paulo. Em 1988 foi promovido ao cargo de juiz do 1º Tribunal de Alçada Civil. É desembargador desde 1999 e foi eleito para integrar o Órgão Especial em março de 2012, pelo critério antiguidade.

DIREITO PÚBLICO

O presidente da Seção de Direito Público para o próximo biênio será o desembargador Ricardo Mair Anafe.

DIREITO PUBLICO

Ricardo Mair Anafe nasceu no Rio de Janeiro, em 1959. É formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, turma de 1981.

Ingressou na Magistratura em 1985 como juiz substituto na 5ª Circunscrição Judiciária, com sede em Jundiaí. Também trabalhou nas comarcas de Santa Fé do Sul, Cruzeiro, Mogi das Cruzes e em São Paulo. É desembargador desde 2008.

DIREITO PRIVADO

O desembargador Artur Marques da Silva Filho é o escolhido para ocupar o cargo de presidente da Seção de Direito Privado do TJSP durante o biênio 2014/2015.

DIREITO PRIVADO

Artur Marques da Silva Filho nasceu na cidade de Sertanópolis (PR), no ano de 1946. Em 1976, formou-se em Direito pela Faculdade Padre Anchieta de Jundiaí.

Iniciou a carreira como juiz substituto da 5ª Circunscrição Judiciária, com sede em Jundiaí, no ano de 1978. Também trabalhou nas comarcas de Miracatu, Rancharia, Campinas e São Paulo.

Foi juiz do 2º Tribunal de Alçada Civil, cargo que assumiu em 1994. É desembargador desde 2005.

DIREITO CRIMINAL

A Seção de Direito Criminal do TJSP será presidida pelo desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco.

DIREITO CRIMINAL

Geraldo Francisco Pinheiro Franco nasceu em 1956 na cidade de São Paulo. Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, turma de 1979.

Ingressou na Magistratura no ano de 1980 como juiz substituto da 25ª Circunscrição Judiciária, com sede em Ourinhos. Também trabalhou em Santos, Santo André, Paraibuna, Vicente de Carvalho e na Capital.

Assumiu o cargo de juiz do Tribunal de Alçada Criminal em 2001. É desembargador desde 2005.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Assunto(s): ,

Leia também:

1 comentário

  1. Ronaldo Sérgio Moreira da Silva disse:

    A eleição do eminente Desembargador José Renato Nalini para a presidência do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo é motivo de júbilo e comemoração. Trata-se de brilhante Magistrado, homem sério, experiente, dinâmico e dotado de invejável cultura. Foi vice-presidente e presidente do extinto Tribunal de Alçada Criminal do Estado de São Paulo. Atualmente, exerce o cargo de Corregedor Geral de Justiça do Estado, revelando-se como inigualável gestor, possibilitando a realização, nesses dois últimos, de cerca de duas centenas e meia de visitas correcionais nas comarca do Estado, de modo a certificar-se, dentre outras coisas, da regularidade dos serviços judiciários, mas também das dificuldades enfrentadas por tais unidades judiciárias. Enfim, ganhou a Magistratura paulista, ganhou o Tribunal de Justiça um grande gestor, que certamente muito fará pelo Poder Judiciário do Estado de São Paulo.

Faça um comentário