Forum-local.jpg

Estado gasta R$ 8 mil para preso responder em Olímpia processo de R$ 180

Um preso que estava no Rio de Janeiro veio depor, esta semana, no Fórum da Comarca de Olímpia, gerando um custo ao Estado de pouco mais de R$ 8 mil. O que chama a atenção, além do gasto e do envolvimento de policiais militares para escolta, passagens aéreas, diárias de diversos profissionais envolvidos, é o crime que o cidadão está respondendo: estelionato, artigo 171 do Código Penal. Ele havia adulterado um cheque de apenas R$ 180.

Taiuva-CDP

Uma fonte do Diário, indignada com a situação, comentou que este “é um fato que, no mínimo, é uma brincadeira com o dinheiro público”. Não foi revelado o nome do preso e a razão de estar preso na cidade do Rio de Janeiro (RJ) e de vir à Olímpia responder o processo em questão.

Essa fonte discriminou o procedimento, que gera o custo de mais de R$ 8 mil, para o contribuinte, deste ‘passeio’ do preso do Rio para Olímpia.

Uma escolta da PM vai ao Rio de Janeiro buscar o preso que fica preso “em trânsito” no CDP de Taiuva. Uma outra escolta apresenta-o em Olímpia e o devolve à Taiuva, e ainda, uma outra escolta da PM leva-o de volta ao Rio de Janeiro. Vamos aos gastos:

Primeiro: Três PMs vão ao Rio de Janeiro para buscar o preso. O custo é de R$ 1.000 de passagem para cada um (ida e volta), mais as diárias dos policiais (+ou- R$ 70,00 cada um); segundo: R$ 500 de passagem do preso (RJ a Ribeirão Preto); terceiro: três PMs vão ao Rio de Janeiro para levar o preso, gerando R$ 1.000 de passagem para cada um (ida e volta), mas as diárias dos policiais (+ou- R$ 70,00 cada um); quarto: R$ 500 de passagem do preso (Ribeirão Preto a RJ); quinto: diária do PM que leva a escolta em Ribeirão Preto (para buscar o preso), aproximadamente R$ 41; sexto: diária do PM que busca o preso, mais a escolta em Ribeirão Preto, aproximadamente R$ 41; sétimo: diária do PM que leva o preso, mais a escolta em Ribeirão Preto, aproximadamente R$ 41; e, finalmente, oitavo: diária do PM que busca a escolta em Ribeirão Preto, aproximadamente R$ 41.

Vamos somar?: R$ 3.420 + R$ 500 + R$ 3.420 + R$ 500 + R$ 41 + R$ 41 + R$ 41 + R$ 41 = R$ 8.004.

O que acham?

7 comentários em “Estado gasta R$ 8 mil para preso responder em Olímpia processo de R$ 180”

  1. É difícil explicar para o cidadão que foi vítima de um crime contra seu patrimônio, como o estelionato, que o prejuízo por ele sofrido, por exemplo, R$ 180, ou uma manga, ou um shampoo, ou um vidro de azeitona, é um prejuízo insignificante para a Justiça. Até imagino a imprensa criticando a Justiça caso esse caso fosse arquivado: esse judiciário não presta, por isso a impunidade só cresce e bla bla bla… Mas olha ai o exemplo dos gastos públicos para punir tais delitos. Está mais do que claro que precisamos de meios alternativos de punição. Afinal, punir não sinônimo prisão. Punir tem função de ressocialização. E quem pode ria criá-los? Legislativo, claro.

      1. um país que gasta com Os estádios Mané Garrincha e Maracanã, em Brasília e Rio de Janeiro, custaram, juntos, R$ 2,5 bilhões aos cofres públicos. A Copa do Mundo e … agora vc me fala Leonardo ISSO É O BRASIL
        com esse 2,5 bilhões daria para cuidar dos hospital
        de três estado brasileiro então dai se preocupar com
        8 ou 9 mil divulga no seu blog sobre esses gasto com
        estadio. outra coisa esse preço com certeza pagou
        muito mais de 8 mil de imposto ele com certeza tem família e e eles também paga imposto então antes de falar eu ajo que nos tem que pesar nisso

  2. isso é um desrespeito com o nosso dinheiro, má administração e falta de interesse….A empresa de correios por exemplo, paga aluguel há anos sendo que tem um predio proprio no centro da cidade, e ninguem nota isso, mas antes pagou o mesmo aluguel por 2 anos ou mais sem usar o imovel. nós trouxas pagamos….fica aqui registrada a minha indignação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *