Bibi para Geninho sobre ‘bando religioso’ e ‘Coluna K’: “Vamos continuar no mesmo tom”

Publicado em 23 de outubro de 2009 às 20h49
Atualizado em 02 de dezembro de 2009 às 22h51

Bibi, da Coluna K do Planeta

Bibi, da Coluna K do Planeta

A Coluna “K” do semanário Planeta News da semana passada trouxe expressões que deixaram vários setores da comunidade religiosa de Olímpia, não somente católica, mas evangélicos e até espíritas, preocupados.

Em vários tópicos, sem nenhuma objetividade ou identificação de quem se tratava, o articulista, jornalista e radialista Silvio Roberto Bibi Mathias Netto (embora não assine a coluna, sendo de responsabilidade da editora), discorreu sobre “bandos religiosos”, “ratos de igreja” que levam vantagens em obras e que hoje festejam no gabinete do prefeito Geninho Zuliani (DEM), entre outras afirmações igualmente, para estes setores, graves e carregadas de ranço do preconceito, já que mistura fé com interesses políticos e não dá nomes de ninguém, como reza o Manual da Coluna K.

Bibi é pai da vereadora Priscila Foresti (PRB), diretora também do semanário em questão.

Questionado pelo prefeito Geninho a explicar melhor o que ele quis dizer com essas insinuações, Bibi respondeu, através de ofício, que “vivemos num estado de Direito pleno, onde a liberdade de expressão constitui cláusula pétrea dos direitos individuais garantida por normal constitucional”.

Sobre o “bando religioso que segue levando vantagem, pois em cada obra tiram um terço”, o jornalista reconheceu que “contextualizado com isenção REALMENTE TEM DUPLO SENTIDO (grifo nosso), o que colocamos foi a ideia de que em cada obra é preciso rezar um terço (ou, tirar) para que tal obra finalmente se concretize”.

Trocou seis por meia dúzia… O dito pelo não dito, e os religiosos continuam irritados.

Bibi comentou ainda outras expressões utilizadas, mas, sinceramente, como bom jornalista e advogado, rodeou e se defendeu sob o artigo 5° da Constituição Federal, inciso IV, da liberdade de expressão individual e de imprensa, afirmando que já se foram “os anos de chumbo, geradores do ninho da serpente cujos ovos ainda permanecem ameaçadoramente intactos”.

Não sei se Bibi, mas eu, particularmente, vivi esses anos de chumbo, já ‘esquentei’ cadeira de quartel do Exército por infringir a Lei de Imprensa e o Ato Institucional número 5, famigerado AI-5, e também nunca me dobrei, nem tive medo. Nem se compara com a liberdade que temos hoje e muitos interpretam essa alforria desvinculada de responsabilidade. “É a minha opinião é pronto”. Com todo o respeito, nunca foi assim, não é e nem será, com ou sem lei de imprensa, que também lutei contra as suas mordaças.

Por fim, Bibi, que assinou como advogado, registrando o número de sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), dá “alguns conselhos ao jovem prefeito”, reconhece que ele tem “alguns feitos extraordinários de sua administração”, mas se mantéerá na mesma linha à frente do Planeta News.

“Democraticamente, me permito dizer que continuaremos no mesmo tom, sem medo de ameaças e amparados pela Constituição Federal, ainda vigente, e festejando a Lei de Imprensa, verdadeiro entulho autoritário, pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Sempre prontos para o debate ou o embate, aqui ou em outro lugar”.

Assunto(s):

Leia também:

4 comentários

  1. LUIZ AUGUSTO DA SILVA disse:

    ?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?

    …?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?…?.

    SEM COMENTÁRIO.

  2. Cesar Garcia disse:

    O Bibi não era assim. É triste ver um dos maiores comunicadores da cidade, seguindo por esse caminho. Bibi, tenho saudades de quando você agia com consciência, ainda sou seu fã. Mas por favor, pare de fazer politicagem em prol de sua filha, isso não é bacana bibi. Dizem em off que a sua admiração pelo Geninho é muito grande e você tem consciência do trabalho que ele tem feito, por isso, volte a ser o Bibi de antes. Estamos todos com saudades.

  3. Pedro Souza disse:

    Isso me faz lembrar do período eleitoral, quando o Diário da Região publicou uma verdadeira pesquisa sobre a corrida para prefeito em olimpia, o planetanews, do bibi, repudiou a pesquisa, colocando em cheque até a credibilidade do diário, que é um dos maiores do país. Não satisfeito publicaram duas pesquisas que ninguem viu ser realizada, porém com resultados totalmente contrários ao do diário, tudo por interesse politico. O resultado final todos nós sabemos, o diário acertou em cheio e o planeta errou por completo, posições, numeros, porcentagens, etc.

    Afinal, qual a credibilidade deste jornal? porque insistem em não publicar nada sobre a etec, sobre a upa, porque insistem em apoiar o grupo de oposição ao benito? Ainda bem que ninguem lê, é apenas o quarto jornal da cidade.

  4. Renato Lima disse:

    Quer dizer que ele reconhece alguns feitos extraordinários da administração do Geninho, mas que vai continuar publicando mentiras (como aquela da saúde) e ataques ao prefeito. Gente, é o fim! o cara admite que o prefeito é bom, mas vai continuar sendo da turma do mal. Coisa feia Bibi.

Resposta para Renato Lima