Tarifa social do DAEMO beneficia 271 famílias com descontos superiores à lei federal

Publicado em 30 de julho de 2010 às 11h14
Atualizado em 30 de julho de 2010 às 11h14

torneira * As regras adotadas em todo o País a partir da última terça já vigoram em Olímpia desde abril através do programa social do DAEMO (Departamento de Água e Esgoto).

A nova lei para a tarifa social de energia entrou em vigor na última terça-feira (27) com regras que mudam o critério de triagem dos consumidores atendidos em todo o País. O governo federal passa a levar em conta só a renda da família para credenciar beneficiários, em vez de considerar a faixa de consumo de energia. No entanto, essa nova lei não é novidade em Olímpia.

O DAEMO já aplica a tarifa social, atendendo às famílias carentes cadastradas, desde abril deste ano, através do Decreto Municipal 4.692, regularizando e ampliando esses benefícios na cidade.

E a tarifa social do DAEMO é mais abrangente do que a lei federal que entrou em vigor esta semana, ou seja, enquanto a lei federal dará descontos de 10% a 65%, a lei olimpiense começa em 50% e vai a até 70%.

A lei estenderá o benefício para famílias indígenas e quilombolas inscritas no CadÚnico, com desconto de 100% nos primeiros 50 KWh consumidos. Para os demais cadastrados, o abatimento vai de 10% a 65%.

Segundo o diretor comercial do DAEMO Valdir Peres Santana, as famílias cadastradas no sistema CadÚnico e beneficiadas com a tarifa social local são as seguintes: com desconto de 50% são 68 famílias, 60% 65 famílias e 70% de desconto na tarifa atinge 138 famílias, totalizando, assim, 271 famílias que o DAEMO concede a tarifa social. (Texto original do Blog do Concon®)

Protected by Copyscape Online Copyright Search

***

* Pode comentar à vontade, mas antes, por favor, leia a nossa política de comentários.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário