Superintendente da CEF e Geninho explicam na TV Record lançamento das 800 casas

Publicado em 23 de junho de 2010 às 15h17
Atualizado em 27 de junho de 2010 às 22h45

*01---Projeto-Minha-Casa-Minha-Vida-(1) Prefeito de Olímpia Geninho Zuliani aproveitou para, ao vivo, fazer a divulgação da abertura gratuita, hoje, do II Olímpia Rodeo Festival. Sobre o programa habitacional, ele espera uma ‘demanda acima dos limites amanhã’. Mesmo quem está inscrito para o CDHU, deverá correr. Afinal, é outro programa, outro cadastro, e sem sorteio.

O superintendente regional da CEF (Caixa Econômica Federal) Clayton Rosa Carneiro disse agora há pouco, no programa jornalístico ‘Balanço Geral’ da TV Record que o lançamento das 800 casas do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, neste feriado de 24 de junho, a partir das 9h, na Praça Rui Barbosa de Olímpia, só foi possível “graças à parceria do prefeito Geninho Zuliani, além da área para a construção de 800 unidades, quase uma cidade, ele terá de arcar com toda a infra-estrutura do local, por isso é que o programa, apesar de federal, não está em todos os municípios brasileiros”.

Segundo Clayton, a partir das 9h desta quinta-feira (24), haverá uma tenda na Praça Rui Barbosa acolhendo todos os interessados em obter casa própria a preço popular e condições facilitadas, “graças à parceria da Prefeitura de Olímpia, já que o programa é bem amplo e vai até dez salários mínimos”.

O superintendente explicou que poderão se inscrever “todas as pessoas que tem rendimentos até dez salários mínimos, mas a busca da CEF e da Prefeitura é atender até a mais baixa renda porque o programa prevê o maior desconto para quem ganha menos”.

É FEDERAL, MAS É DE OLÍMPIA TAMBÉM

Clayton Carneiro ressaltou, na entrevista ao vivo do ‘Balanço Geral’, que o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ é federal, mas é de Olímpia também.

 DSC07103 “É bom lembrar que o programa é do governo federal. Todos os municípios podem ter acesso a este programa. Mas, por que Olímpia? Por que numa região Norte do Estado, com 136 municípios (área de abrangência da CEF regional), Olímpia é uma das privilegiadas e lança agora o programa? Existe, realmente, uma parceria do município com a CEF. E só é possível um programa de 800 casas, praticamente uma cidade, que está sendo lançado em Olímpia por conta do envolvimento do poder público local. Tem todo um trabalho de infra-estrutura daquele local que a Prefeitura terá de dotar e oferecer, tem a parte da demanda que está sendo trabalhada junto à Praça da Matriz a partir de amanhã, então é um programa que, realmente, é construído a quatro mãos”.

E, ressaltou: “Não é toda a cidade que consegue ter esse acesso. Por isso, é bom salientar o orgulho com que a gente lança em Olímpia um empreendimento grandioso que, tenho a certeza, irá impactar na região como um todo”.

O prefeito Geninho Zuliani (DEM), que também esteve no programa, ao vivo, com o superintendente da CEF, esclareceu que “mesmo os que já possuem cadastro para as 109 casas do CDHU deverão se inscrever, porque é outro programa. O CDHU será por sorteio feito pelo governo paulista. O Minha Casa, Minha Vida, é de quem preencher e atender primeiro as características do que é solicitado”. Há cerca de sete mil inscrições na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social para programas habitacionais.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário