Só depende do Ministério das Comunicações para Olímpia ter sinal digital, diz diretor da TV Tem

Publicado em 20 de janeiro de 2015 às 14h41
Atualizado em 20 de janeiro de 2015 às 14h43

DA REDAÇÃO – A TV Tem continua o projeto de expansão para que todos os 318 municípios da área de cobertura no Estado de São Paulo recebam o sinal digital. Os equipamentos estão comprados e até com garantia vencendo, mas a liberação depende exclusivamente do Ministério das Comunicações. É o que esclareceu o diretor regional da TV Tem Luiz Ricardo Queiroz ao presidente da Câmara de Olímpia, vereador e engenheiro Luiz Salata (PP), na manhã desta terça-feira (20), na sede da emissora.

salataTVTem2

Salata, como é responsável pela manutenção e expansão do SITV (Sistema Integrado de Televisão de Olímpia), por ser engenheiro e do ramo, tendo trabalhado na expansão da TV Cultura, quis ouvir do diretor regional da TV Tem, que é afiliada da Rede Globo, a razão pela qual Olímpia ainda não recebeu o sinal digital da emissora.

“Não depende de nós, e sim da liberação do Ministério das Comunicações. Desde quando saiu a legislação de mudança da tevê analógica para a digital, mantemos em dia o cronograma, podendo, desde meados do ano passado, estar com sinal digital em todos os municípios de nossa abrangência, os equipamentos estão comprados e até correndo o prazo de garantia, mas não depende apenas de nós, e sim do Ministério das Comunicações”, esclareceu Queiroz.

salataequeiroz

Olímpia e todos os municípios abrangidos pela TV Tem estariam sintonizados no canal UHF 26. Com o acesso à TV Digital as imagens dos canais serão transmitidas em alta definição, ou seja,  no formato full HD (imagem com 1.080 linhas de resolução, bem superior às 480 linhas da TV analógica). Como se diz popularmente, qualidade de cinema. Além disso, o telespectador tem acesso a imagens mais nítidas, sem os conhecidos chuviscos.

salataTVTemLuiz-Queiroz

Além disso, os telejornais poderão ser vistos em celulares, por exemplo.

LuizQPara ter acesso ao sinal digital, basta o usuário ligar a TV em uma antena de UHF e sintonizar o canal 26, e com isso ele já terá o sinal. Para os televisores mais antigos, fabricados antes de 2010, é preciso ter um conversor externo. Mas, no caso de Olímpia e da metade dos municípios do Estado, abrangidos pela TV Tem, o jeito é torcer para que o governo federal libere o quanto antes a instalação do sinal digital.

Queiroz revelou que algumas cidades que já instalaram o canal digital da emissora, terão de retroceder, aguardando um novo sinal verde de Brasília.

Para Salata, “agora a questão está com o poder político, de minha parte vou acionar os mecanismos partidários e de nossa base aliada, além de pedir o reforço de entidades municipalistas, como a AMA (Associação dos Municípios da Araraquarense), e até da APRECESP, que reúne as cidades estâncias turísticas, e que estará realizando a sua primeira reunião de 2015 em Olímpia no final de fevereiro”.

Para ele, “a instalação do sinal digital de todas as emissoras é uma missão que nos foi passada pelo prefeito Geninho Zuliani (DEM), e que já conseguimos das emissoras Rede Vida e Mix TV, e vamos continuar nos reunindo com outras lideranças das emissoras que enviam o seu sinal para Olímpia, como Record, SBT, Bandeirantes e outras”.

APOIO PARA A ABECAO

Salata conseguiu, durante o encontro, o apoio do diretor regional da TV Tem para a ABECAO (Associação Beneficente de Cultura e Assistência), da qual é coordenador voluntário de cursos.

salataTVTemLuiz-Queiroz2

Luiz Ricardo Queiroz tomou conhecimento dos cursos profissionalizantes gratuitos e do sucesso que a entidade tem obtido quando ganhou força na gestão do prefeito Geninho, e se comprometeu a divulgar a apoiar o trabalho de formação de mão-de-obra sempre que possível.

“Vocês estão no caminho certo, tem de formar mão-de-obra de qualidade, de graça, e voltada à nova vocação da cidade, que é o turismo, inclusive sugiro que trabalhem para dotar Olímpia de um hotel-escola, como é o caso de Águas de São Pedro, por exemplo, através de entidades como Sesi, Senac, por exemplo”, disse Queiroz.

VISITA À REDAÇÃO

Por fim, acompanhado de Leonardo Concon e Cristiane Gracindo (Diário de Olímpia), Salata visitou a Redação da TV Tem, acompanhado pelo Chefe de Redação Thiago Simão.

salataTVTem

SalataTk

O presidente da Câmara pode ver como é feito as edições jornalísticas da TV Tem, o estúdio, e conhecer alguns de seus integrantes, como Natália Clementin, do G1.

“A TV Tem possui uma estrutura fantástica, bem organizada, faz jus ao tão propalado padrão de qualidade”, comentou Salata.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário