Olímpia é uma das oito cidades da região em que os casais mais se separaram pela nova lei

Publicado em 01 de dezembro de 2011 às 23h19
Atualizado em 01 de dezembro de 2011 às 23h19

hermano_divorcioA nova lei do divórcio direto – Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em vigor desde julho do ano passado -, impulsionou este tipo de separação na região. Entre as dez maiores cidades, oito registraram aumento, inclusive Olímpia, segundo dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda foi registrada em Novo Horizonte e Fernandópolis. A quantidade mais que dobrou em Catanduva, onde o número de divórcios passou de 89, em 2009, para 194, no ano passado – diferença positiva de 117%, entre cartórios e ações civis. Em Tanabi, o número de registro aumentou de 27 para 56, respectivamente, segundo levantamento do Diário da Região, de Rio Preto.

Em Rio Preto, o número saltou de 543 para 768, no mesmo período – aumento de 41,5%. De acordo com a pesquisa do IBGE sobre divórcios, o número registrado no ano passado é o maior na cidade desde 2006. Desse total, 161 foram em tabeliões e 607 em primeira instância – lugar de ação no processo. Já no ano passado, foram 79 em cartórios e 464 em primeira instância.

Em Olímpia, o número também aumentou: de 109 em 2009 para 117 em 2011.

grafico

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário