Olímpia e mais 21 cidades da região querem formar consórcio para facilitar ações estaduais e federais

Publicado em 01 de abril de 2015 às 12h21
Atualizado em 01 de abril de 2015 às 12h23

Prefeitos da região, inclusive Olímpia, iniciaram a discussão em torno da criação de um Consórcio Intermunicipal, do qual fariam parte, pelo menos, 22 municípios.

DSC_0022-(1)

O Consórcio agregaria cidades com interesses comuns, que passariam a trabalhar em conjunto, elaborando pautas em comum, o que facilitaria em muito a obtenção de resultados junto às esferas Estadual e Federal. “Seria o ‘Partido da Região’, porque juntos somos muito mais fortes”, na definição do Prefeito de Barretos, Guilherme Henrique de Ávila.

Além dele, foram recepcionados na sala de reuniões do Gabinete pelo prefeito Geninho Zuliani, de Olímpia, os prefeitos de Bebedouro, Fernando Galvão Moura; de Cajobi, Márcio Donizete Barbarelli; de Taquaral, Laércio Vicente Scaramel; de Vista Alegre do Alto, Kalil Aidar Filho, e Sergio Melo, de Guaíra.

“Este Consórcio tem como objetivo a realização de projetos de interesse comum em qualquer área, e de viabilizar a gestão pública nos espaços em que a solução de problemas comuns só se pode dar por meio de políticas e ações conjuntas”, explica o organizador técnico do projeto, Vítor Borges. O Consórcio também permite que pequenos municípios ajam em parceria e, com o ganho de escala, melhorem a capacidade técnica gerencial e financeira, segundo ainda Borges.

Os prefeitos presentes foram unânimes no entendimento de que o Consórcio precisa focar em algumas áreas específicas, “como a dificuldade no trato de projetos com a Caixa Econômica Federal”, conforme explicitou o Prefeito de Barretos. O Prefeito de Bebedouro, dizendo apoiar integralmente a criação do Consórcio, pede cautela na sua criação, por já ter exemplo negativo num Consórcio entre Barretos e Bebedouro na questão do lixo. “Mas sou inteiramente a favor de sua criação”, observou.

Para o prefeito de Olímpia, Geninho Zuliani, o Consórcio precisa ter autonomia e sede administrativa separada da prefeitura, para poder tocar as demandas. “Eu tenho como itens mais importantes para serem levados a discussão dentro do Consórcio, a questão do lixo, porque não tenho interesse em implantar um aterro sanitário aqui; da iluminação pública, a Saúde, o desenvolvimento regional e os roteiros turísticos integrados”, elencou Geninho.

DSC_0030-(1)

“É preciso que haja vontade, predisposição visando o desenvolvimento regional, o que seria o nosso maior motivo. A grande saída para nossos problemas comuns é este Consórcio, que será muito bem-vindo”, disse o Prefeito Geninho Zuliani.

“Temos que buscar cada um sua vocação. Por exemplo, a Agricultura Familiar. Estamos numa região essencialmente agrícola, poderia se ter o Consórcio amparando-a em âmbito regional. No turismo, criar incentivo para que os turistas permaneçam mais tempo por aqui. Então por que não criarmos atrativos regionais?”, sugere Geninho.

“Pode ser um turismo regional, conhecendo os roteiros turísticos de cada município. Neste aspecto, um Plano Diretor de Turismo Regional seria o ideal. São cerca de dois milhões de turistas que poderíamos agregar com os demais, por meio de pacotes regionais”, complementou o prefeito de Olímpia.

Neste encontro os prefeitos presentes concordaram com a criação do Consórcio assinando a Ata com o comprometimento da criação do protocolo de Intenções. Este protocolo será ratificado por meio de Lei, a qual cada prefeitura fará a sua e a encaminhará para o Legislativo aprovar, mediante modelo de Lei a ser apresentada a todos os municípios pelo responsável técnico do projeto.

Os prefeitos presentes se comprometeram a incentivar a vinda de mais prefeitos ou seus representantes legais para a próxima reunião ainda a ser marcada.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. paulo disse:

    Uai, o prefeito de Severinia não foi convidado para a reunião? Bom , mesmo se fosse creio que não iria porque a incompetencia é total.

Faça um comentário