movimento-estradas.jpg

Mais de 105 mil veículos por dia começam a rodar nas estradas da região

A partir de hoje, 105 mil veículos por dia devem passar pelas estradas que cortam a região. Estimativas das polícias rodoviárias estadual e federal (PRE e PRF) apontam que o movimento entre as festividades de Natal e o Reveillon, será em torno de 860 mil veículos – carros de passeio, motos, ônibus e caminhões.

movimento-estradas

O tráfego médio registrado em dias úteis, fora do período de festas, na Washingnton Luís é de 30 mil veículos diários, e deve dobrar no período festivo. Já na rodovia Transbrasiliana o tráfego de veículos em dias comuns é de 15 mil. Segundo a polícia, deve triplicar nos próximos dias.

Só pela rodovia Washington Luís (SP-310), serão pelo menos 60 mil carros diariamente no trecho de Rio Preto a Mirassol, entre este fim de semana e o próximo. O volume é 20% maior que no mesmo período do ano passado. Na rodovia Transbrasiliana a expectativa diária é aumentar para até 45 mil veículos no mesmo período.

Dados da PRE, que indicam aumento no número de vítimas em acidentes, reforçam a necessidade de prudência ao volante. Neste ano, até novembro, 137 pessoas morreram. Mais que as 123 vítimas registradas durante todo 2011 – crescimento de 11,38%. Foram 2.988 acidentes em 2011, contra 2.976 este ano – 12 a menos. Porém, este mês de dezembro ainda não está contabilizado na estatística anual. Já na BR-153, segundo a PRF, 31 pessoas morreram até novembro deste ano, contra 36 do ano passado.

Imprudência, chuva e bebida ao volante são alguns dos fatores que colaboram para a ocorrência de acidentes nas estradas. Para intensificar a fiscalização, as polícias rodoviárias estaduais e federais ganharam um grande aliado este ano. Deve entrar em vigor neste fim de semana a nova redação que endurece ainda mais a Lei Seca. O texto já foi aprovado pelo senado e aguarda apenas o aval da presidenta Dilma Rousseff.

Para o capitão da Polícia Rodoviária Estadual Fabiano Ferreira do Nascimento, os motoristas devem redobrar a atenção nessa temporada festiva, em que o fluxo de veículos aumenta e há tendência maior por uma parcela dos motoristas em cometer excessos. “As pessoas não devem beber e dirigir. A direção precisa ser feita com responsabilidade. Não exceder a velocidade também é muito importante. Além disso, uma revisão bem feita no veículo antes de viajar é primordial para a segurança de todos”.

O capitão lembra também que no período de chuva é preciso reduzir a velocidade, sinalizar as manobras do veículo e sempre utilizar o cinto de segurança, inclusive os passageiros do banco traseiro. As crianças também devem estar estar protegidas nos respectivos assentos obrigatórios.

Lei Seca

As polícias rodoviárias estadual e federal iniciam a meia noite de hoje a Operação Férias que deve terminar a meia noite do próximo dia 6 de janeiro. O objetivo da operação é flagrar motoristas que estejam trafegando em alta velocidade, embriagados ou cometendo outras infrações de trânsito.

Os motoristas devem redobrar a atenção neste ano, já que deve entrar em vigor ainda neste fim de semana a nova Lei Seca, que teve como relator o deputado federal Edinho Araújo (PMDB). A lei prevê multa de R$ 1.915, a apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir por 12 meses em caso de flagrante de embriaguez.

Pelo novo texto, não haverá tolerância para qualquer quantidade de álcool por litro de sangue no motorista. Além disso, a confirmação da embriaguez poderá ser feita, além do bafômetro e do exame de sangue, através de exame clínico, vídeo, depoimento de testemunhas e por peritos.

Cuidado com os itens de segurança

O especialista Jerry Fabiano Schuindt Casimiro orienta que antes de viajar as pessoas devem prestar muita atenção nos itens de segurança do carro. “A melhor alternativa é procurar um mecânico de confiança e pedir para que ele faça uma revisão completa no carro.”

O mecânico orienta que não podem ser esquecidos itens como luzes de sinalização e iluminação (seta, faróis, luzes do freio), o sistema de freios (pastilhas e discos), suspensão, pneus (estado, calibragem e vida útil), carga e validade do extintor de incêndio e palhetas dos limpadores.

“Verificados esses itens, dificilmente a pessoa terá problemas durante a viagem. Porém, em caso de pane o motorista deve manter a calma, sinalizar o local e o veículo e chamar o serviço especializado. Além disso, contatar o seguro, caso tenha, e a concessionária que administra a via em caso de acidente.”

Já as pessoas que decidirem viajar de moto, além da mecânica é indispensável o uso do capacete, de calça de tecido resistente, botas, luvas, óculos de proteção (caso o capacete seja aberto) e capa de chuva. “Os calçados com cadarços devem ser evitados, já que eles podem se soltar com a ação do vento e enroscar nas partes mecânicas (relação e roda)”, diz Rogério Luis Cruvinel, instrutor de pilotagem. Outro item que deve ser observado é a acomodação das malas.

Independente do veículo, o excesso de peso deve ser evitado, já que pode desestabilizar o veículo e causar problemas mecânicos. “A arrumação das bagagens no porta-malas dos carros deve ser feita verificando-se o correto acondicionamento e, em caso de necessidade, a remoção não deve ser complicada”, explica o mecânico Jerry Casimiro. (Diarioweb)

da47afa27817730f0cbf28e90cde2ca0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *