Investimento de quase R$ 650 mil em recape de diversas ruas da cidade em 45 dias

Publicado em 29 de maio de 2014 às 13h08
Atualizado em 29 de maio de 2014 às 13h08

Foi assinada na última terça-feira, 27, ordem de serviço com a empresa Noroeste Construtora e Serviços de Topografia para o recapeamento asfáltico em diversas ruas do município de Olímpia.

recape

As obras começarão dentro de 10 dias e deverão ser concluídas dentro de 45 dias. O valor da obra é de R$ 646.978,01.

AS RUAS

O Jardim Tropical I será 100% recapeado nas ruas Manoel Conde Tapia (entre Av. Ângelo Rossi e Rua José Lopes); Geraldo Egídio Giacoia (entre Av. Ângelo Rossi e R. Sergio T Rebelatto); Edson Souza Pereira (mesmo anterior); Antônio Guioto (Av. Ângelo Rossi e Rua Ernesto Dório); José Vicente Pereira (Av. Ângelo Rossi e Rua Sergio T. Rebelatto); Sérgio Thomé Rebelatto (entre David de Oliveira a José Vicente Pereira); José Lopes (entre Rua David de Oliveira a Rua Antônio Guioto); Ernesto Dório (entre Rua David de Oliveira a Rua Antônio Guioto); Cap. Luiz Teixeira Leite (entre Rua José Lopes e Rua Caetano Gotardi) e Jeferson Pereira (entre rua José Vicente Pereira e Final da Rua).

Outro bairro que será 100% recapeado é o Jardim Universitário e as ruas são: Al. Maria Mazer Moré (entre a Rua Tiago F. Santana e Al. Francisco Boitar); Al. Prof. Altino Robazzi (entre a Rua Tiago F. Santana e Al. Francisco Boitar) e Al. Filhas de Jó (entre Av. Menina Moça a Al. Bruno Riscali).

Já na Cohab III a Rua Dr. Alberto Caldarelli (entre Rua Luiz Bijoti e Av. Nossa senhora de Fatima) receberá novo asfalto.

No Jardim Álvaro Brito a Rua Paulo Furquim (entre a Rua Diógenes Breda e a Rua Maria Tereza Breda) receberá novo asfalto.

No Centro, o recape será feito nas ruas Américo Brasiliense (entre a Rua Veiga Miranda e Rua Cel. José Medeiros); Floriano Peixoto (entre Rua General Osorio e Av. Aurora Forti Neves), Duque de Caxias (entre Rua General Osorio e Rua 13 de Maio) e Avenida Waldemar Lopes Ferraz (entre a Rua Conselheiro Antônio Prado e Coronel Francisco Nogueira).

EMENDAS

O total de recursos conquistados para o recapeamento asfáltico foi de R$ R$ 806 mil, através de emendas parlamentares dos deputados Vanessa Damo, Carlos Bezerra e Salim Curiati, um conjunto de trabalho entre o prefeito Geninho Zuliani e os vereadores Pastor Leonardo Simões, Luiz Antônio Moreira Salata e Jesus Ferezin. Com o desconto de R$ 160 mil no preço através do Pregão, a Prefeitura de Olímpia irá investir em recapeamento em aproximadamente mais 12 quarteirões em diversos bairros da cidade.

A assinatura ocorreu na sala de reuniões do Gabinete Executivo e contou com a presença do prefeito Geninho Zuliani; do diretor do ECR, João Paulo Polisello; do secretário de Obras, Renê Galetti e do proprietário da empresa, Leonardo Pereira de Menezes.

Assunto(s):

Leia também:

6 comentários

  1. Verdadeiro! disse:

    E o Tenis Clube???? não precisa de asfalto la também??? tem valas la nas sarjetas de 1 metro de altura!!!
    E uma vergonha o estado de la, e todos la pagam esse IPTU absurdo que vcs cobram!!!!
    VERGONHA GENINHO!!

  2. Gustavo disse:

    Essa é uma ótima noticia, porém, é uma pena que o Tropical II ficou de fora novamente dos recapes. Pois, basta passar pelo bairro para ver os buracos e ondulações do asfalto de todo o bairro além da falta de calçamento na beira do rio. O interessante é que não existe Tropical I e II e sim Jardim Tropical, pois ambos são o mesmo bairro e isso demonstra claramente um “Apartheid” e infraestrutura. Lembrando que já fiz essas solicitações via email da prefeitura ao departamento responsável para que sejam feitas as melhorias nos “Tropical II” porém, nunca retornaram resposta. Espero que publique meu comentário.

  3. Mário disse:

    Deveria ser mais, muito mais

  4. Mário disse:

    Deixe de ser “irônico” Concon. Se você estiver afim de falar em deixar outras áreas descobertas, isso já acontece. Veja a saúde, falta remédios, ambulância e principalmente falta atendimento e de qualidade, aliás isso foi prometido em campanha. Saia do mundinho da cidade e vá aos bairros rurais e veja as condições de abandono de nossas estradas municipais praticamente sem condições de andar. Ainda no seio da agricultura nosso viveiro de mudas em quase total abandono, parece que inclusive com dificuldade de recebimentos.

    Você fala em mais abandono que isso? É possível?

Faça um comentário