CPFL diz que apagões estão sendo ‘analisados’ e que o serviço em Olímpia ‘é um dos melhores do País’

Publicado em 23 de setembro de 2015 às 9h07
Atualizado em 23 de setembro de 2015 às 9h09

A CPFL Paulista informa que entre os dias 21 e 22, registrou dois desligamentos que afetaram o fornecimento de energia elétrica para parte dos clientes de Olímpia. No dia 21, entre 12h13 e 12h40, totalizando 27 minutos, cuja causa está em análise pela distribuidora, e ontem, 22, de 12h05 as 12h16, totalizando onze minutos, causado por um incidente que levou a um dano material no transformador da subestação.

size_810_16_9_cpfl

Segundo nota enviada a pedido do Diário, “a CPFL compreende que as ocorrências registradas em dias consecutivos podem gerar preocupações a respeito da qualidade do serviço na cidade. Em ambos os casos, a distribuidora agiu rapidamente para reduzir o impacto destas questões técnicas no fornecimento de energia dos clientes que tiveram o serviço afetado”.

A CPFL explica que “é importante destacar que cerca de 2/3 do tempo em que falta energia corresponde a interrupções emergenciais, provocadas por fatores externos ao sistema elétrico, como os temporais, com quedas de árvores, colisões de veículos contra postes e objetos que atingem a rede – pipas, balões e galhos de árvores, além de furtos de cabos. O outro terço corresponde a desligamentos programados, informados previamente aos clientes, e organizados para que a empresa possa executar obras de melhoria na rede elétrica”.

“Neste momento, o fornecimento de energia elétrica encontra-se normalizado e os profissionais da empresa estão trabalhando para a solução definitiva do problema”, continua a nota.

Investimentos em Olímpia

Por outro lado,  a nota ressalta os investimentos que a empresa vem fazendo na rede elétrica do município de Olímpia. “Neste ano, a previsão de direcionamento de recursos para a rede de distribuição do município é de R$ 5.655.000,00”, revela a nota.

“Este valor inclui um novo equipamento para a subestação em questão no valor de R$ 4.635.000,00 que trará maior disponibilidade para atender novas cargas, mais flexibilidade no atendimento ao cliente e mais agilidade na solução de problemas, melhoria na qualidade dos serviços fornecidos, além de modernização do sistema de distribuição”, acrescenta a empresa.

Indicadores de continuidade no fornecimento de energia

A nota revela, ainda, que “o município de Olímpia é atendido pela CPFL Paulista que possui um dos melhores indicadores de qualidade no fornecimento de energia elétrica do país”.

Os indicadores oficiais medidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que medem a duração média de cada interrupção por cliente durante o ano (DEC) e a frequência média que o cliente ficou sem o serviço durante o ano (FEC).

“No ano passado, dado mais atualizado que a Aneel disponibiliza, o DEC da CPFL Paulista ficou em 6,93 hora / ano por cliente. O FEC no mesmo período ficou em 4,89 vezes/ano por cliente. Para  ter uma base de comparação, o DEC apurado no Brasil foi de 17,62 horas / ano por cliente e o DEC de 9,95 vezes/ ano por cliente”, conclui a CPFL.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. juniorfabrini disse:

    é pra rir?

Faça um comentário