Confirmado: Olímpia fica abaixo dos 50 mil habitantes, perdendo FPM e vereadores. Quem não recenseou tem ainda até o dia 24

Publicado em 04 de novembro de 2010 às 11h53
Atualizado em 04 de novembro de 2010 às 12h14

0000000218O Diário Oficial da União (DOU) traz hoje, quinta (4), os dados oficiais colhidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), referentes ao Censo 2010. Entre os resultados, está o de Olímpia que, ao contrário da estimativa do próprio Instituto, não conseguiu a marca dos 50 mil habitantes.

Oficialmente, em 2010, Olímpia conta com 49.381 moradores, contra os 46.013 do último censo, ou seja, de 2000. Em dez anos, portanto, a cidade teve um acréscimo de 3.368 habitantes. Mas, ainda, há uma chance: até o próximo dia 24, a prefeitura poderá avaliar e questionar o resultado e, aí sim, no dia 29, o IBGE divulgará a população municipal definitiva e quem não foi recenseado poderá agendar entrevista pelo 0800 ou clicar no link constante nessa reportagem.

Sem ultrapassar a casa dos 50 mil, Olímpia perde importante fatia do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e, ao invés de 15 vereadores, cairá para 13, mesmo assim, haverá um acréscimo de três parlamentares em 2013, já que atualmente a Câmara local é composta por 10 membros.

Em relação ao FPM, se o Orçamento 2011 estimar a arrecadação com base nos 50 mil habitantes, terá de ser revisto.

O CENSO

O IBGE divulga hoje, 4 de novembro, a população residente em cada um dos 5.565 municípios brasileiros em 1º de agosto de 2010, segundo os resultados da coleta do Censo Demográfico 2010, realizada no período de 1º de agosto a 31 de outubro, que recenseou 185.712.713 pessoas em todo o Brasil.

A população de cada município será publicada, também hoje, no Diário Oficial da União, de acordo com a lei complementar nº 59, de 22 de dezembro de 1988, e com o artigo 102 da lei nº 8443, de 16 de julho de 1992.

Esses resultados serão apresentados às prefeituras por meio de ofício do IBGE e em reuniões das Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE), onde eventuais dúvidas sobre eles deverão ser esclarecidas.

A partir de hoje, as prefeituras terão 20 dias para apresentar suas avaliações sobre os números divulgados e, no dia 29 de novembro, o IBGE divulgará os resultados das populações dos municípios.

Durante esse prazo, o IBGE continuará com suas equipes nas ruas e trabalhando internamente na supervisão e no controle de qualidade de todo o material coletado e para prestar os devidos esclarecimentos, quando necessários, aos integrantes das CCE e CMGE e às prefeituras.

Uma das atividades de supervisão consiste no retorno aos domicílios onde o recenseador encontrou evidência de morador, mas ninguém foi recenseado.

Para agendar a entrevista, a população pode até o dia 24 ligar gratuitamente para 0800-7218181 ou enviar formulário através do link http://www.censo2010.ibge.gov.br/cadastro_nao_recenseado.php.

Entre 8 e 24 de novembro, os resultados da coleta do Censo 2010 continuarão acessíveis na Internet, no endereço www.censo2010.ibge.gov.br, e quaisquer alterações provenientes da supervisão serão atualizadas.

Resultados serão apresentados às Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE)

Representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário dos estados e municípios, além de instituições da sociedade civil, poderão avaliar os resultados do Censo 2010 através das Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE), que foram instaladas de maio a agosto de 2009, em todas as 27 Unidades da Federação e nos municípios brasileiros.

As comissões funcionaram como um canal de comunicação entre o IBGE e a sociedade e participaram de todo o processo de realização do Censo 2010.

Censo revelará realidade de cada município

Iniciado em 1º de agosto de 2010, o 12º Censo Demográfico brasileiro percorreu nos últimos três meses, os 8.514.876,599 km² do território nacional, nos 5.565 municípios brasileiros, com a tarefa de contar quantos somos e saber como vivemos.

Através do trabalho de 191 mil recenseadores, entre outros profissionais, o Censo Demográfico levantou informações sobre todos os 5.565 municípios brasileiros e, para alguns quesitos, trará dados até mesmo para bairros e distritos. Investigando as características dos domicílios, as relações de parentesco, fecundidade, educação, trabalho, renda, cor e raça e religião, o questionário do Censo foi amplamente discutido com especialistas e usuários, atende a recomendações internacionais e trouxe perguntas capazes de verificar as transformações sociais desde a realização do Censo 2000.

***

* Pode comentar à vontade, mas antes, por favor, leia a nossa política de comentários.

Assunto(s):

Leia também:

3 comentários

  1. Paquico, São Paulo/Capital disse:

    Seria possível, com o intuito de ajudar Olímpia a bater a casa dos 50 mil, os olimpienses residentes em outras localidades e com propriedade domicilar no municipio e que estão numa condição de “população flutuante” a responder ao censo como parte da população?
    Obrigado.
    Marco antonio

  2. jcassio disse:

    Fico triste apenas pela verba q seria de muito importancia para Olimpia. Agora qto a vereadores po se 10 q estao ai nao se entenden q dira 13 sao mais 3 pra nos sustentar. Pra mim qdo era 9 tava de bom tamanho pra Olimpia. podia ate diminuir gasto desnecessario.

Faça um comentário