Conferência de Assistência Social elege delegados para o encontro regional

Publicado em 03 de agosto de 2015 às 12h52
Atualizado em 03 de agosto de 2015 às 12h58

Dois delegados e quatro suplentes foram eleitos na Conferência de Assistência Social, na Casa de Cultura, no último final de semana. Eles irão representar a Estância Turística de Olímpia na Conferência Regional, em data a ser marcada. A realização do evento e a eleição dos delegados é exigência legal do Conselho Municipal de Assistência Social.

DSC_0145

Para o desenvolvimento da Conferência, são formados inicialmente os grupos de trabalho que depois formulam e debatem os temas propostos, para ao final eleger-se dois delegados e quatro suplentes para representar Olímpia regionalmente.

Do encontro de quinta-feira participaram o Prefeito Geninho, a Secretária Interina de Assistência, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Raquel Cristina Crepaldi Righetti, o Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Sandro Luís Baraldi, presidente da Câmara de Vereadores Luiz Antônio Moreira Salata, e a vereadora Cristina Reale, representantes de entidades assistenciais e da sociedade civil do município.

A Conferência teve como tema “Consolidar o SUAS de vez, em 2016”, com o lema “Pacto Republicano no SUAS, Rumo a 2016: o SUAS que Temos e o SUAS Que Queremos”. As discussões tiveram como eixo norteador “As Diretrizes para o SUAS nos Próximos Dez Anos-Plano Decenal-2016-2026”.

Após os pronunciamentos oficiais foi dada a palavra para a advogada Ana Paula Polacchini de Oliveira, que deu seguimento à X Conferência Municipal da Assistência Social para, ao final, proceder-se a eleição dos delegados e suplentes.

Foram eleitos Delegados à Conferência Regional, Denise Perpétua Gratão, Coordenadora do CREAS e psicóloga, representando o Poder Público, e Everton Barbosa da Silva, estudante, como representante da sociedade civil. Como Suplentes foram eleitos Milena Aparecida Gonçalves Leite, estudante, como representante da sociedade civil; Gionanna Leite de Oliveira, também estudante e também representando a sociedade civil; Luciana Kyan Antoniassi, Diretora da Vigilância Sócioassistencial e psicóloga, representando o Poder Público, e Sandro Luís Baraldi, Presidente do CMAS e psicólogo, também como representante do Poder Público.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário