Bombeiros recebem equipamentos para resgate de vítimas em ferragens

Publicado em 27 de agosto de 2013 às 18h17
Atualizado em 27 de agosto de 2013 às 18h19

O Corpo de Bombeiros de Olímpia recebeu um novo equipamento, o Desencarcerador de Vítimas em Ferragens. O equipamento veio do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo para o Corpo de Bombeiros de Olímpia, através da parceria com a Prefeitura de Olímpia e o Escritório de Captação de Recursos.

DSC03156

O novo equipamento, composto por uma moto bomba, mangueiras de alta pressão e de ferramentas hidráulicas, foi testado na manhã desta terça-feira (27), com um simulado realizado no pátio do Corpo de Bombeiros. “Essa nova ferramenta serve para salvar e resgatar pessoas provenientes de acidente de trânsito com vítima presa em ferragens. Vamos iniciar o teste dessas ferramentas em um exercício prático, onde temos um carro, com uma vítima dentro e os bombeiros vão se dirigir ao local da ocorrência e executar todos os procedimentos padrões relativos ao desencarceramento dessa vítima”, assinalou o Tenente Eric.

DSC03105

O tenente disse, ainda, da parceria com a Prefeitura de Olímpia: “A parceria de Olímpia é muito elogiada pelos comandantes do Corpo de Bombeiros, muito por causa da parceria e da contra partida fornecida pelo município, que sempre deu o aporte necessário para a gente desenvolver nossas atividades na cidade”.

O novo equipamento tem um custo aproximado de R$ 80 mil e que, segundo João Paulo Polisello, diretor do Escritório de Captação de Recursos, esse valor será economizado pelo município. “É importante ressaltar essa parceria que a Prefeitura de Olímpia, através do prefeito Geninho e do vice Gustavo, junto ao Comando de Bombeiros e ao comandante do Posto de Olímpia. Esse aparelho representa uma economia para o município, pois teríamos a necessidade de comprar o equipamento, mas o Estado liberou, através do Comando do Corpo de Bombeiros. O quartel de Olímpia é considerado um dos melhores do Estado, graças à essa parceria”, disse.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário