IMG_4094.jpg

Atiradores de Olímpia recebem noções de Comunicações e Guerra Eletrônica, em Brasília

A Escola de Comunicações do Exército, de Brasília, recebeu, recentemente, a visita do Tiro de Guerra de Olímpia. Após a recepção, os atiradores assistiram palestra proferida pelo major Ferradás, subcomandante da Escola.

IMG_4094

Nesta oportunidade puderam conheceram a história, a missão e o trabalho desenvolvido na capacitação de militares do Exército nas áreas de comunicações, manutenção de comunicações e tecnologia da informação.

DSC03361

Durante visita às instalações, puderam conhecer as mudanças implementadas na Escola, fruto de sua transferência para Brasília. Conheceram os modernos laboratórios de eletrônica e de C2 em Combate, que são utilizados pelos cursos de especialização de oficiais e sargentos, voltados para atender a demanda do Setor Cibernético da Força e a Seção de Audiovisuais da EsCom.

DSC03331

RELATO DO SARGENTO MARCO AURÉLIO

Ao Diário de Olímpia, o chefe de instrução, 1º sargento de Comunicações Marco Aurélio Costa enviou um relato da viagem e do que foi realizado na Escola de Comunicações do Exército, em Brasília, aliás, de onde ele também se formou e, posteriormente, veio para Olímpia.

DSC03315

“Às 21h46, do dia 3 de julho, o ônibus chegou ao TG onde os atiradores e familiares estavam esperando, foram embarcados os equipamentos e materiais. Às 22h25 o ônibus partiu para Brasília, chegamos às 9h10 com duas horas de atraso, fomos recepcionados pelo Major Diogo, Comandante da Companhia de Comando e Controle (Cia C2).

DSC03322

“O primeiro tempo de instrução foi iniciado na Escola de Comunicações (EsCom) onde foi realizada uma palestra pelo Major Ferradás, Subcomandante da EsCom, onde foi abordada a origem da Arma de Comunicações no Brasil, a transferência da EsCom para Brasília, as atividades desenvolvidas e, por fim, realizamos uma visita aos laboratórios da EsCom.

DSC03341

“Nos segundo e terceiro tempos de instrução, já na Companhia de Comando e Controle (CiaC2), foram apresentados aos atiradores os mais novos rádios transmissores adquiridos pelo Exército Brasileiro: os rádios transmissores Falcon II e Falcon III, segundo o Major Diogo, comandante da Cia C2, os primeiros militares do Exército Brasileiro a receberem instruções de funcionamento e Operação destes modernos equipamentos foram os atiradores da cidade de Olímpia.

DSC03343

DSC03366

“Estes rádios ainda serão distribuídos para todas as unidades de Comunicações do Exército.

DSC03371

“Receberam também instruções sobre Módulo C2 em Combate, sistema de controle de tropas desenvolvido pelo CCOMGEX que foi utilizado com sucesso na Rio + 20 e será utilizado na Copa das Confederações, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016 e a ação do Equipamento Rádio Transmissor Falcon II.

DSC03379

DSC03426

DSC03436

“Às 12h, os atiradores foram almoçar no refeitório do CCOMGEX, onde ficaram impressionados com a “máquina de suco”, máquina esta que saía suco da melhor qualidade e geladinho. Momento de descontração no almoço.

DSC03633

“Na parte da tarde as instruções foram na 1ª Companhia de Guerra Eletrônica, que é comandada pelo Major Drumond.

DSC03470

DSC03477

DSC03495

“Foram ministradas, pelo 1º Ten Hugo, instrução onde abordou as atividades da Guerra Eletrônica, noções sobre Medidas de Apoio a Guerra Eletrônica (MAGE), Medidas de Ataque de Guerra Eletrônica (MAE) e Medidas de Proteção Eletrônica (MPE). Também foram apresentados aos atiradores os equipamentos de Guerra Eletrônica, que em seguida os operaram”.

DSC03498

DSC03505

DSC03575

DSC03576

DSC03603

DSC03621

DSC03653

DSC03688

DSC03694

DSC03716

IMG_4085

IMG_4102

IMG_4151

IMG_4203

IMG_4221

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *