Atendimento precário do CompreBem da Andrade e Silva irrita consumidora

Publicado em 26 de janeiro de 2011 às 19h05
Atualizado em 04 de fevereiro de 2011 às 22h16

A consumidora Silvana Falcochio, de Olímpia, teve de abandonar uma compra na filial do supermercado CompreBem da Avenida Andrade e Silva, silvana no valor aproximado de R$ 450, pela falta do sistema online de cartão de crédito e da recusa de seu cheque ‘pela impossibilidade de checar se o meu nome estava limpo’.

Embora consumidora dessa rede de supermercados, pelo menos duas vezes por semana, sem contar que, em Rio Preto, utiliza o Pão de Açúcar e Extra, da mesma incorporação empresarial, teve de deixar as compras no local e ir para outro supermercado, desta vez concorrente. Ela enviou a sua reclamação para a Ouvidoria da empresa, também para o empresário Abílio Diniz, além de espalhar o que houve nas redes sociais, como Facebook e Twiiter, além de enviar cópia para este Portal.

A RECLAMAÇÃO

“Olá, meu nome é Silvana Falcochio, sou residente da cidade de Olímpia, aonde existe dois CompreBem, tenho um apartamento ao lado do Pão de Açúcar na cidade de São José do Rio Preto, e outro na cidade de Jundiaí, ao lado do Extra.

“Durante 10 anos fui frequentadora do compre bem de minha cidade, cerca de duas vezes por semana ia a este mercado para comprar frutas e legumes, além das compras de produtos industrializados.

“Hoje, no horário das 11h até às 12h fiz uma compra gigante pois havia viajado durante 15 dias e em minha residência não havia mais nada! Quando fui passar as compras no caixa, fui informada que o sistema havia caído havia 10 minutos. Ou seja nenhum cartão era aceito. Foi pedido então que eu aguardar cerca de 15 minutos para o sistema tentar retornar a normalidade; durante esse período várias pessoas conseguiram fazer compras pois elas haviam trazido dinheiro vivo.

“Agora por favor, me diz como, nos dias de hoje eu deveria andar com 450 reais vivo na carteira!!! Após 15 minutos o sistema não voltou a normalidade, pedi então à funcionária do caixa se poderia pagar com cheque, pois eles estavam aceitando dinheiro. Ela foi em busca do auxiliar, que foi em busca do gerente que simplesmente não quis me atender! Eu exigi a presença dele e ele enviou um outro auxiliar, que argumentou que não poderia aceitar meu cheque.

“Sei muito bem que eles não quiseram aceitar meu cheque pois não havia como comprovar se meu nome estava limpo. Porém, por lei, se eles estavam aceitando dinheiro, não havia outra forma de pagar e não havia nenhuma placa informando da queda do sistema, eles tinham que aceitar meu cheque.

“Além disso, eu já estava dentro do mercado durante a queda do sistema, ou seja, nao fiz isso de caso pensado. Além de tudo Olímpia é uma cidade pequena, e eu frequentava esse mercado como disse anteriormente duas vezes na semana. Eu informei que poderia deixar meu RG e depois retornaria.

“Após a recusa, avisei que nunca mais voltaria a fazer compras neste estabelecimento se nada fosse feito. Eles nem se quer se moveram. Fiquei indignada, e fui obrigada a deixar minhas compras para trás e fazer nova compra em outro supermercado!

“Por que eles não anunciaram antes de eu ter perdido meu tempo? Eu sei muito bem que como nao existe grande competitividade entre os supermercados de minha cidade é fácil nao preocupar-se com o péssimo atendimento! Mas, depois do ocorrido, sinto cada vez mais como os brasileiros que ficam de mãos atadas!!!”

O OUTRO LADO

O Portal reserva o mesmo espaço para as explicações do supermercado CompreBem, se assim julgar necessárias.

Particularmente, já tive o mesmo dissabor, porém na unidade ao lado do Terminal Rodoviário. O atendimento é mesmo precário, sem contar falta de caixas suficientes e, principalmente, garotos para embalar as compras. E, o mais grave: sempre falta o produto que você mais procura. (L.C.)

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s):

Leia também:

61 comentários

  1. Lucilene disse:

    Bom, isso ja aconteceu comigo varias vezes, inclusive com o proprio cartao Compre Bem, que na epoca da inauguracao eles ligavam, mandavam cartas para adquirir o tal cartao, um dia fui na unidade proxima a estacao rodoviaria e fiz o cartao, apos alguns dias fomos fazer compras pela primeira vez neste supermercados, na propaganda falava que acima de 300,00 poderiamos parcelar em ate 8x no cartao Compre Bem, fizemos uma compra de no minimo 800,00 quando passei no caixa pedi para parcelar “ja que eu tinha esta opção” em 2x no cartao CB e fui informarda que eu nao poderia parcelar mas na hora a atendente nao soube explicar o motivo, apos ficar mais de 30 minutos a espera do fiscal de caixa ele chegou e disse que era por causa de um produto que nao estava na promoção e nao poderia parcelar a compra ou seja uma frigideira que na epoca custava 26,00 ai perguntei se passava o cartao master card me informaram que sim … o meu cartao master card tem o logotipo do Tome Leve, um cartao de credito normal que ja usei em todo Brasil em varias viagens, quando a atendente viu o cartao disse que nao poderia aceitar! e agora me diz sera que o CB esta interessado em ter clientes mesmo ? sem contar que nunca tem os produtos, prateleiras tudas bagunçada e valores muito maiores na hora de passar no caixa do que o que esta na prateleira.

  2. F.C. disse:

    Sou Funcionário de Outro Supermercado da cidade, recebo varias reclamações de pessoas que gostariam de ser clientes no CB mas que foram destratados e/ou não aceitos… são inúmeras as reclamações, eu penso que cada cliente tem MESMO é que buscar seus direitos e escancarar mesmo! fazer todos saberem como as coisas funcionam! exigir ser atendido, e bem atendido, com respeito e IGUALDADE! se o estabelecimento anuncia que aceitam cartões de credito, eles tem que “virar-se” e aceitar! se anunciam que aceitam cheque, ou até mesmo se aceitam de um tem que aceitar (desde que dentro dos conformes) o de todos, E SABENDO QUE O CLIENTE JÁ COMPRA EM OUTRO SUPERMERCADO DA MESMA REDE, UM TELEFONEMA RESOLVERIA TUDO!!!!!

  3. Helo disse:

    Gente isso acontece em qquer lugar,não gosto do compre bem pq acho q as coisas sao muito caras em relação aos concorrentes,nunca acho o que quero,mas dá licença,essa moça não precisa dizer qtos apartamentos ela tem,se havia ido viajar durante 15 dias,se a compra valia 500,00 ou seja lá o qto fosse,quis se aparecer isso sim.Qtas pessoas ja passou por isso,e tbm era so comentar sobre o caso e nao ficar dizendo sobre a sua vida particular,que por certo,nao é de interesse de ninguem…