Olímpia e Fernandópolis tentam superar trauma de 2011 na reta final

Publicado em 31 de agosto de 2012 às 14h53
Atualizado em 31 de agosto de 2012 às 14h54

(AFI) – Fernandópolis e Olímpia chegam à última rodada da terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão precisando do resultado para alcançar a tão sonhada quarta e última fase da competição. A dupla tenta tirar a lição do ano passado, quando foram eliminados justamente na terceira fase.

Em 2011, o Fernandópolis foi eliminado num grupo que tinha Porto Feliz, Guaçuano e Barretos, e perdeu a vaga para os dois últimos, que não só chegaram à quarta fase como conquistaram o acesso. Na ocasião, o Fefecê começou bem, com duas vitórias e um empate, mas depois sofreu três derrotas seguidas e deu adeus à disputa.

No entanto, o Fernandópolis não terá facilidades para superar a campanha do ano passado e chegar à quarta fase. O clube é o lanterna do Grupo 15, com cinco pontos, e precisa de uma vitória diante do terceiro colocado Mauaense, que tem seis pontos. Mas até se vencer o Fefecê pode ser eliminado, desde que o Sumaré, terceiro colocado com seis pontos, vença o líder Joseense, que soma oito pontos e tem dois gols de saldo, contra menos três do Fernandópolis.

Perto do paraíso

Já o Olímpia tem missão bem mais tranquila que a do Fernandópolis. Vice-líder do Grupo 17 com oito pontos, o Galo Azul recebe o líder e já classificado São Vicente, que deverá vir recheado de reservas. Mas mesmo se perder e for superado pelo Tupã, terceiro com seis pontos, pode conseguir a vaga fora de campo. É que na segunda-feira o Tupã vai ser julgado pela escalação irregular do zagueiro Jorge Miguel contra o próprio Olímpia e pode perder pontos.

No ano ano passado, o Olímpia naufragou na terceira fase em um grupo que tinha Portuguesa Santista, Capivariano e Barretos. O Galo Azul foi eliminado sem conseguir uma vitória sequer. Foram três empates e três derrotas, portanto já superou a campanha de 2011.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário