OFC x Lemense: um jogo muito feio que fez até o técnico Alcântara pedir demissão

Publicado em 22 de fevereiro de 2010 às 11h32
Atualizado em 23 de fevereiro de 2010 às 21h17

Olímpia, (AFI) – Quando você acha que uma coisa está feia, ela pode piorar. No complemento da sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, jogando na tarde de ontem, domingo (21), em Olímpia, no Estádio Teresa Breda, o time da casa, não foi além do 0 a 0, contra o Lemense. Teve torcedor que esmurrou com força as paredes.O técnico que veio da Coréia, Emerson Alcântara, desanimou e pediu demissão e consta que já está treinando, hoje, o Batatais.

Com o empate, o Olímpia continua andando de mal a pior na competição, e soma sete pontos ganho, ocupando a 13ª colocação. Mas o time de Leme não se encontra em uma situação tão melhor assim na tabua de classificação, e está a um ponto à frente e é o 12º colocado.

Não teve nada

Foi um dos piores jogos da competição, onde não aconteceu nada de emoção aos poucos torcedores que compareceram. O Galo Azul, que teve as estréias do lateral-direito Toninho e do atacante China, não teve uma boa atuação. Para piorar ainda mais, o zagueiro Paulo Brumatti, foi expulso aos 40 minutos, do primeiro tempo prejudicando o quadro dirigido por Emerson Alcântara.

Próximos Jogos

O Olímpia encara fora de casa, na próxima quarta-feira, o Comercial, em Ribeirão Preto, às 20h30, no Francisco Palmas Travassos. Por outro lado, o Lemense, recebe no mesmo dia, às 19h30, o Taubaté, ambos os jogos pela sétima rodada.

Ficha Técnica

Olímpia 0 x 0 Lemense

Local: Estádio Teresa Breda, em Olímpia
Renda: R$ 1.845,00
Público: 181 pagantes
Árbitro: Danilo Luque Ribeiro
Cartões Amarelos: Luciano, Deny Almeida e Dobrada (Olímpia); Bortolatto e Jaime Almeida (Lemense)
Cartão Vermelho: Paulo Brumatti (Olímpia)

Olímpia
Luciano; Toninho Carioca, Denys Almeida, Paulo Brumatti e Perdigão: Rafael Gomes, Dobrada (Dion Bahia), Ivan e Renan (Rafael Moretto); Mello (Bruno Neves) e China.
Técnico: Emerson Alcântara

Lemense
Ronaldo: Juca (Emerson), Toninho, Flávio e Lucas Lousan: Dione (Richard), Neves, Artur e Elton Luís (Luan): Alexandre Bortolatto e Jorge Almeida.
Técnico: Edson Vieira.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. Luiz Augusto da Silva disse:

    Para o técnico pedir demissão é sinal de que a coisa está preta.

    Apelemos então para as cores. A troca do técnico não deu certo: “placar negro”.

    Que tal mudar a cor do galo para amarelo ouro?

    Talvez assim, a equipe olimpiense, seja tão brilhante quanto esperamos.

    Mas, não esmoreçamos jamais. A perseverança é o caminho que nos conduz para alcançarmos os nossos deais.

    Abraços e continuo torcendo pelo Galo Azul.

    Luiz Augusto da Silva – poeta.

Faça um comentário