OLIMPIENSES_thumb.jpg

A paixão de olimpienses pelo São Paulo Futebol Clube

O olimpiense, já falecido em 1998, Henri Couri Aidar, ou simplesmente Henri Aidar foi um advogado, formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, e dirigente esportivo.

OLIMPIENSES

Foi Presidente da Companhia Energética de São Paulo de 1966 a 1967, durante o governo de Laudo Natel. Além dele, outro olimpiense, o ex-deputado estadual Fernando Cunha, já exerceu a presidência da CESP entre 1991 e 1992, durante o governo de Luiz Antônio Fleury Filho.

Henri foi presidente do São Paulo Futebol Clube no período de 1972 a 1978. Quando assumiu a presidência, mandou queimar todas as fotos em que o ex-goleiro Bonelli aparecesse com a camisa do clube. Para Aidar, o goleiro estaria subornado na final do Campeonato Paulista de 1956, perdida para o Santos.

Também foi chefe da Casa Civil do estado de São Paulo durante a gestão Laudo Natel.

Foi durante sua gestão, que o São Paulo conquistou seu primeiro título nacional, o Brasileiro de 1977. O clube conquistou ainda o Campeonato Paulista de 1971 e 1975 nesse período. Também levou o São Paulo a primeira final de Libertadores em 1974, onde saiu derrotado diante do clube argentino Independiente.

Filho do ex-presidente do São Paulo Henri Aidar, o olimpiense e advogado Carlos Miguel Castex Aidar, logo começou carreira como dirigente esportivo.

Foi presidente do São Paulo Futebol Clube por dois mandatos, entre 1984 e 1988.

Foi idealizador, co-fundador e presidente do Clube dos 13, entidade que reúne os maiores clubes do futebol brasileiro que teve como uma das principais metas organizar a Copa União de 1987 que representaria o Campeonato Brasileiro desse ano. Era conhecido também por ter sido um dos maiores defensores do título de Campeão Brasileiro em favor do Flamengo, justamente pelo fato desse clube ter sido o vencedor da Copa União de 1987. Aos 36 anos de idade, foi o mais jovem presidente do São Paulo.

Ao final de seu segundo mandato no São Paulo, impossibilitado de concorrer a uma nova reeleição, conseguiu eleger seu sucessor, Juvenal Juvêncio.

Foi presidente da OAB em São Paulo durante os anos de 2001 a 2003, onde inaugurou durante seu mandato a Casa do Advogado em Olímpia, que leva o nome de seu pai, Dr. Henri Aidar.

Durante sua gestão, o São Paulo conquistou o Campeonato Brasileiro de 1986 e o Campeonato Paulista de 1985 e 1987.

1661700_10202771949835396_774575059_n

Em 2014, disputará novamente a presidência do São Paulo, enfrentando Kalil Rocha Abdalla nas urnas.

ADEMAR DE BARROS

Paulista de Olímpia, no interior de São Paulo, nascido em 1938 e falecido recentemente em 2011, advogado bem sucedido e sócio do São Paulo FC desde 1967 (associado nº 299), Ademar de Barros trilhou significante carreira política no clube. Por três mandatos foi Presidente do Conselho Deliberativo – 1994/96, 2006/08 e 2008/11. Em outros dois foi Vice-Presidente da Diretoria Executiva – 2000/02 e 2005/06, trabalhando junto, neste último, a Marcelo Portugal Gouvêa, contribuindo árdua e verdadeiramente com as conquistas são-paulinas mais recentes.

Era conselheiro vitalício e membro nato do Conselho Consultivo.

ANA LUIZA

Ana Luiza Ricciardi Rosa, olimpiense e filha do diretor do Banco do Povo, Silas Rosa e da Professora Carmem Lúcia Ricciardi Rosa, é formada em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu na capital paulista.

Há quase 8 anos, trabalha na equipe do Morumbi, onde iniciou seu trabalho como estagiária e hoje faz parte do Departamento de Comunicação, de Mídias e Relações do tricolor paulista.

As matérias noticiadas, contratações e tudo que tenha relação com o time paulista na maioria das vezes são idealizadas e sempre passam pelas mãos dessa jornalista olimpiense para que possa chegar da maneira mais rápida e clara possível para acesso dos leitores e apaixonados pelo SPFC.

É apaixonada pelo São Paulo Futebol Clube.

Colaborou Marco Fiorin

4 comentários em “A paixão de olimpienses pelo São Paulo Futebol Clube”

  1. Leonardo: o advogado Antonio Ivo Aidar (“Ivinho”) tambem é saopaulino fanático. Por sinal, no Morumbi, o sr. José Gonçalves, gerente do estádio, tambem é nascido em Olímpia, alem da chefe das cozinheiras. O dr. Ivan Antonio Aidar, tradicional agropecuarista severinense, nutre paixão pelo tricolor do Morumbi. Em Olimpia temos o Dr. Américo, o Gudu, Zé Carlos Breda, Zé Ademur Caetano, João Manoel do Espirito Santo e muitos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *