Cantero vence Toti por 6 votos na OAB local. Capital, só na quinta

O advogado José Roberto Calhado Cantero foi eleito na tarde desta terça-feira (17) o próximo presidente da subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Olímpia. A diferença foi de apenas 6 votos da chapa de Antonio Raul Almodóvar Toti.

Já o resultado estadual, da seccional da Ordem, será diferente: apesar de a votação contar com urnas eletrônicas cedidas pela Justiça Eleitoral, a apuração deve demorar mais do que no último pleito, quando a chapa vencedora foi conhecida na noite do mesmo dia. A previsão é que somente depois de amanhã, quinta (19), os advogados saberão quem comandará os destinos da categoria. Em Olímpia, votaram 238 advogados, com cinco votos nulos e dois em branco. A chapa “OAB Unida”, de Cantero, obteve 122 votos, contra 116 da chapa “Integração”, de Toti NA CAPITAL Isso ocorre porque a Comissão Eleitoral da OAB-SP atendeu a um pedido de duas chapas de oposição e a contabilização dos resultados só vai ocorrer depois que os boletins de todas as sessões eleitorais do Estado chegarem ao comitê central de apuração, na Praça da Sé. A divulgação extraoficial dos resultados parciais dependerá dos fiscais de cada sessão, que terão acesso ao relatório das urnas. A previsão é que os boletins das sessões do litoral e do interior cheguem à Capital durante a quarta-feira e o resultado oficial deve ser divulgado no dia seguinte. A assessoria da OAB-SP confirmou que a votação não teve incidentes registrados. O atual presidente da seccional paulista, Luiz Flávio D’Urso, votou na parte da manhã em Santana e na parte da tarde visita as seções da capital. Seu principal concorrente, Rui Fragoso, votou de manhã na FMU e deve acompanhar a apuração no comitê da campanha. Leandro Pinto também vota na FMU; o candidato Hermes Barbosa deve votar na subseção de Guarulhos. A maior seccional da Ordem tem 217 mil advogados com direito a voto, ou seja, inscritos na OAB-SP e com a anuidade em dia. O número de cargos em disputa é recorde: ao todo, serão 406 chapas disputando 1.148 cargos em todo o Estado, sendo 133 na seccional (Conselho, Diretoria, Conselheiros Federais e Caixa de Assistência) e 1.115 nas diretorias das 223 subsecções. Ao todo são 719 seções (220 na capital e 499 no interior).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *