Prefeito desmente ‘informações erradas’ de semanários e esclarece sobre uniformes e kits

Publicado em 27 de janeiro de 2011 às 20h00
Atualizado em 27 de janeiro de 2011 às 20h00

O prefeito Geninho Zuliani (DEM), de Olímpia, desmentiu na tarde de hoje, quinta (27), os números equivocados que foram divulgados por alguns semanários na semana passada, acerca do investimento da prefeitoolimpia Educação com uniformes, tênis e material completo. “As matérias estão equivocadas, os jornalistas poderiam ter procurado nossos secretários para as informações corretas, somos transparentes e não temos nada a esconder”, disse.

Ele revelou que, no total, o município vai investir R$ 1,239 milhão com uniforme e kit escolar para os alunos do ensino fundamental. “O jornal traz que os alunos receberão bermudas, camisetas, meias e tênis, classificam isso como kit, sendo que o kit é outro, o do material escolar, e ainda diz que vamos gastar R$ 880 mil, nada condiz com a realidade”, disse Geninho. “Vamos gastar muito mais, mas, vamos fornecer tudo”.

O prefeito informou que os processos para a compra dos produtos foram feitos com base em relatório da Secretaria da Educação. “Estamos comprando para cinco mil alunos. Isso pode diminuir ou aumentar, mas se considerarmos esse número, cada criança custará R$ 247,80 para o município. Mas isso inclui tudo, tudo mesmo”, ressalta.

O secretário de Administração, Alaor Tosto do Amaral, explica que no processo de compra, de acordo com a lei federal 8.666/93, de licitações, pode haver uma variação de até 25%. “Compramos para 5 mil, pode ter menos alunos, daí não precisamos ficar com tudo, ou pode ter mais, e encomendamos o que for necessário”.

APROVADOS PELO INMETRO

Os alunos da rede municipal de ensino receberão uniforme, tênis e kit escolar, tudo completo e personalizado. A Prefeitura vai fornecer, através de sua Secretaria da Educação, duas camisetas para cada criança (uma de manga curta e outra cavada), duas bermudas, dois pares de meia, um tênis e uma pasta tipo mochila contendo todo o material necessário para as atividades desenvolvidas dentro da sala de aula. O prazo para entrega é de 60 dias.

Os uniformes (camisetas, bermudas e meias) custarão R$ 359 mil e serão fornecidos pela empresa Leandro de Souza Sória-ME, de São Caetano do Sul, vencedora do Pregão Presencial nº 77/11. Outras três empresas concorreram, sendo apenas uma de Olímpia, a Vanirte Curtolo-ME, e duas da região, a Itto Indústria e Comércio de Confecções Ltda, de Barretos, e Márcia Regina Bolognesi Gomes ME, de Ribeirão Preto.

Segundo o secretário de Planejamento Walter Trindade, “as peças serão enviadas para testes e precisam da aprovação do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial)”.

A Leandro de Souza Sória-ME também foi vencedora do Pregão Presencial nº 79/11 para fornecimento de tênis, ao custo total de R$ 170 mil. Cada aluno receberá um par, mas com uma diferença: para os menores (de educação infantil), cerca de 1,7 mil crianças, o tênis possui velcro para evitar qualquer tipo de acidente. Para os maiores, cerca de 3,3 mil alunos, o calçado será tradicional, com cordão. Todos possuem amortecedores.

Nesse Pregão, de acordo com Trindade, outras duas empresas participaram – G8 Comércio de Equipamentos, Serviços e Representações Ltda, de Apucarana, estado do Paraná, e BDN Soluções para a Cidadania Ltda-ME, de José Bonifácio.

KIT ESCOLAR

O kit escolar – com todo material pedagógico e uma mochila – será fornecido pela EJV Moura Uniformes-ME, de Itanhaem, litoral de São Paulo. Ela venceu as empresas Kaluana Comércio de Materiais para Escritório e Papelaria Ltda, de São Paulo, e Leandro Sória, de São Caetano, no Pregão Presencial 78/11.

O valor do kit completo e personalizado é de R$ 710 mil, recurso que virá do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Imagens e símbolos da cidade ilustrarão as capas dos cadernos e agendas.

São 760 kits para educação infantil (creches), 1.070 para alunos da pré-escola, 660 para estudantes do segundo ano do ensino fundamental, 1.355 para os terceiro e quarto anos fundamental e 660 para o quinto ano fundamental.

“São cinco (kits) porque são divididos de acordo a necessidade pedagógica de cada classe”, explica o secretário. “Todos possuem material escolar, porém um terá 12 itens e outro 22”, completa.

Como exemplo, Trindade mostra o kit que será entregue aos alunos de terceiro e quarto ano do ensino fundamental, este com 22 produtos. Dentro da mochila virão dois pacotes de folhas de papel sulfite, caixa de gizão de cera com doze cores, jogo de caneta hidrocolor com doze cores, caixa de lápis de cor com doze cores, 3 lápis grafite preto, caixa de guache com doze cores sortidas, tubo de cola líquida branca com 90 gramas, borracha branca, apontador manual com depósito, pincel nº 8, tesoura, 10 etiquetas adesivas brancas,  régua plástica de 30 cm, pasta em nylon, estojo, caderno de cartografia, agenda diária, 3 cadernos Brochurão, 3 cadernos espiral 96 folhas, 4 canetas, squeeze (copo para água).

Todos os produtos têm que ter aprovação do INMETRO, assim como a mochila, confeccionada de acordo com a idade e estatura da criança.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

4 comentários

  1. toninho disse:

    Bom dia Concom e demais.
    Ja disse por E-mail ao meu amigo Prefeito Geninho (Obama), coragem como ele éra visto só no saudoso Marreta, regassava as caças e de botinao ia parar la na Av Morumbi em SP, e conseguia o que queria, Nao ficava sentado na poltrona com ar condicionada esperando cair do céu nao, corria atras.A um proverbio que diz: Quem levanta cedo Deus ajuda. Abraço meu amigo ( cuidado com acessores e fiscais )

  2. Flávia disse:

    Me responda uma coisa.
    Se o prefeito vai distribuir kit escolar,pq as escolas estão entregando listas de material ?

  3. André disse:

    Iniciativa nota 10, mais prefeitos poderiam ter esta iniciativa.

  4. Fran disse:

    Parabéns ao prefeito Geninho por mais essa nobre atitude.
    É o mais correto que todas as crianças de diferente classes sociais possam ao menos nas escola serem e terem exatamente as mesmas coisas.
    Que este projeto seja de grande sucesso.
    Pensando dessa maneira como o prefeito, onde as crianças não terão distinção é que teremos um futuro melhor, já que dizem que as crianças é o futuro do nosso BRASIL.

Resposta para André