Salários mínimos nacional e paulista caem na conta a partir desta sexta-feira

Publicado em 01 de fevereiro de 2013 às 11h18
Atualizado em 01 de fevereiro de 2013 às 11h40

O novo salário mínimo, de R$ 678, começará a cair na conta dos trabalhadores brasileiros a partir desta sexta-feira (1º).

salario

O reajuste, garantido por uma MP (Medida Provisória) e anunciado na véspera de Natal (24), aumenta a grana em R$ 56 e é de quase 9% em relação ao valor anterior, de R$ 622.

O aumento levou em consideração a variação real de crescimento do País no ano passado, que foi de 2,7%, mais o índice da inflação deste ano, que está estimado em 6,1%.

A proposta da Lei Orçamentária de 2013 previa o mínimo em R$ 674,96 a partir de janeiro.

Já no Estado de São Paulo, O salário mínimo regional de R$ 755 para empregados domésticos começou a valer também nesta sexta-feira (1º).

Sancionado pelo governador Geraldo Alckmin no dia 14 do mês passado, o mínimo regional beneficia trabalhadores de empresas privadas que não possuam piso definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo. Ele é dividido em três faixas salariais, de acordo com a categoria.

O piso da primeira faixa salarial passará de R$ 690 para R$ 755. Ao lado dos domésticos, compõem esse grupo os trabalhadores que atuam em serviços de limpeza e de conservação, entre outros.

Para a segunda faixa, o mínimo subirá de R$ 700 para R$ 765, beneficiando profissionais como os trabalhadores de serviços de turismo.

O salário mínimo da terceira faixa –que atinge, entre outros, os profissionais de higiene e de saúde– subirá de R$ 710 para R$ 775.

barbatira

PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS

Além do aumento no salário mínimo, o Planalto também anunciou a desoneração do imposto de renda dos valores recebidos como PLR (Participação nos Lucros e Resultado).

Os trabalhadores que ganham até R$ 6.000 como participação nos lucros ficam isentos da tributação sobre o valor.

Para beneficiar também quem ganha acima desse valor, o governo decidiu escalonar as alíquotas, assim como faz com o Imposto de Renda.

QUER COMENTAR? FIQUE À VONTADE, MAS LEIA ESSE RECADO ANTES, POR FAVOR:

comentarios

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário