Saiu o novo salário mínimo paulista

Publicado em 24 de fevereiro de 2012 às 9h33
Atualizado em 24 de fevereiro de 2012 às 9h34

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou ontem o projeto de Lei 1/2012, que reajusta os pisos salariais mensais dos trabalhadores do Estado, ou seja, o salário mínimo regional.

As três faixas serão R$ 690, R$ 700 e R$ 710, substituindo as faixas anteriores, de R$ 600, R$ 610 e R$ 620, respectivamente. O salário mínimo regional entra em vigor a partir de 1º de março e a estimativa do governo paulista é de que 7,8 milhões de trabalhadores serão beneficiados.

Ao todo, 105 ocupações de trabalhadores vão receber a mais do que o que é pago pelo salário mínimo nacional, que teve reajuste de 14,26% e passou a ser de R$ 622 e não mais R$ 545. O piso salarial regional beneficia os trabalhadores da iniciativa privada que não possuem piso salarial definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo.

De acordo com o texto, serão fixados em R$ 690 os pisos de trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais e pescadores, dentre outras categorias; em R$ 700 os de operadores de máquinas e implementos agrícolas e florestais, vendedores e outros; e em R$ 710 os de administradores agropecuários e florestais, supervisores de compras e de vendas, etc..

Imagem-(7)

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário