Presidente da Guarani Jacyr Costa

Presidente da Guarani anuncia aumento de receita com altas no álcool e açúcar

Os aumentos de preços constantes verificados principalmente no álcool combustível e no açúcar foram vantajosos para as empresas processadoras de cana-de-açúcar. Pelo menos isso é o que se pode depreender da afirmação feita na quarta-feira, dia 17, pelo presidente da Usina Guarani, Jacyr Costa Filho.

Ele afirmou que os preços mais altos pagos pelo açúcar e pelo álcool permitiram aumento de receita líquida da ordem de 1,3% do terceiro trimestre da safra 2009/2010. O ano agrícola do setor sucroalcooleiro começa em março/abril.

De acordo com a informação publicada pelo jornal Diário da Região, de São José do Rio Preto, o aumento de 35,2% no valor do açúcar e de 21% do etanol compensaram a queda no volume comercializado (- 18,5% de açúcar e – 2,7% de etanol), atingindo R$ 363,8 milhões no terceiro trimestre. Nos primeiros nove meses da safra 2009/2010, a receita líquida foi 14,3% superior ao mesmo período do ano passado, totalizando R$ 970,7 milhões.

O presidente afirmou que se a produção no Brasil foi prejudicada pelo excesso de chuva que reduziu a obtenção de produtos, produtividade e aumentou custos de produção, a seca em Moçambique comprometeu o desempenho. As operações brasileiras da Guarani registraram Ebitda (termo relativo a análise de balanços contábeis de empresas cotadas na Bolsa) ajustado de R$ 220,7 milhões nos nove meses desta safra (margem de 23,8%), R$ 103,3 milhões no terceiro trimestre e lucro líquido de R$ 80,3 milhões nos nove meses do ano safra.

O lucro líquido, segundo a empresa, foi de R$ 15,7 milhões nos três trimestres 2009/2010 frente a um prejuízo de R$ 241 milhões registrados nos nove meses de 2008/2009, além de um lucro líquido de R$ 1,8 milhão do terceiro trimestre 2009/2010, comparado ao prejuízo de R$ 113 milhões do mesmo período da safra passada. O processamento de cana-de-açúcar foi nos nove meses de 2009/2010 de 14,1 milhões de toneladas, cerca de 2,2% menor, devido às chuvas no Brasil e seca em Moçambique.

Segundo o presidente da Guarani, as expectativas para a safra 2010/2011 são positivas em termos de preços e deve ocorrer na próxima safra aumento na produção de cana-de-açúcar, girando na faixa de 15,5 milhões de toneladas. (Ifolha)

Presidente da Guarani Jacyr Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *