dustrito-industrial-1_thumb.jpg

Prefeitura vai licitar 64 lotes do Distrito Industrial. Já tem 50 empresas interessadas

A Prefeitura de Olímpia realizou na noite de quarta-feira (17), no salão da ACIO (Associação Comercial e Industrial de Olímpia), Audiência Pública para esclarecer aos empreendedores interessados em adquirir lotes no Distrito Industrial III.

dustrito-industrial-(4)

O prefeito Geninho Zuliani (DEM) liderou a reunião ao lado do diretor de Comércio e Indústria, e também presidente da ACIO, Flávio Vedovato, explicando sobre os lotes e o regime de licitação. Também estiveram presentes os secretários Sandra Lima (Gestão), Luis Biagi (Obras), Edilson De Nadai (Assuntos Jurídicos), Pitta Polisello (Governo) e o vice-prefeito Gustavo Pimenta (PSDB).

A convocação pública teve como objetivo esclarecer e alinhar os trâmites finais para o inicio das licitações dos 64 lotes do Distrito Industrial III até o dia 15 de janeiro. “Fizemos esta chamativa para o empresariado local, para que com a Lei nº 3.868 em mãos possamos determinar ações para o desenvolvimento da área em questão”, disse Flávio.

dustrito-industrial-(3)

Segundo ele, existem 64 terrenos para cerca de 50 empresas, e pode haver interesse por um mesmo lote, porém espera-se que em comum acordo todos sejam beneficiados através dos tramites legais, já que existem terrenos sobrando: “Toda e qualquer pessoa pode participar do processo licitatório desde que respeita as leis e a normativa do processo”.

De acordo com o Secretário de Obras, Luis Biagi, o Distrito está com a estrutura de galerias, esgoto, abastecimento de água e demarcação dos terrenos 100% finalizados, pavimentação asfáltica, guias e sarjetas 80% prontas, aguardando apenas a instalação da Rede Elétrica. “O Projeto entrou, no dia 13 de dezembro, em analise técnica na CPFL e esperamos que até o final de janeiro saia aprovação. A partir dai o Poder Público precisa investir cerca de R$ 500 mil reais, sendo que já temos disponível em caixa R$ 200 mil de convênios. A dificuldade maior da CPFL foi vencida, após três meses aguardando e buscando com muito empenho, conseguimos que a analise fosse iniciada”, disse Biagi.

dustrito-industrial-(5)

O valor utilizado para a comercialização obedece à planta genérica do município, com redução de incentivo para o empresariado. “Utilizamos o valor de R$ 100 o metro quadrado, onde o correto seria R$ 250, já para fomentar o crescimento industrial na cidade. O Empresário vai adquirir um lote com o valor abaixo da metade, com carência de um ano para o pagamento da 1ª parcela, ou a vista. Creio que é um excelente incentivo”, ressaltou o Prefeito Geninho. “Esperamos que possamos assinar os contratos até fevereiro ou março para que em seis meses possamos ver o Distrito Industrial III tomar forma”.

dustrito-industrial-(1)

“Esta é uma cobrança da ACIO desde 2007, e a Prefeitura fez o papel dela. Os empresários precisam entender todo o processo e fazer o investimento no Distrito”, finalizou Flávio Vedovato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *