Olímpia emprega melhor do que Bebedouro, Barretos… e com indicadores positivos

Olímpia continua com desempenho positivo na área do emprego, fechando mais um balanço com 40 vagas positivas, entre admissão e demissão. Os números são da pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgada ontem, segunda-feira (16). E são números animadores: a cidade está à frente de tradicionais cidades empregadoras, como Bebedouro, Barretos, Novo Horizonte e Santa Fé do Sul. No ranking do Estado, está em 162° lugar.


Nos 32 municípios da região Noroeste paulista, o emprego formal em outubro fechou com 1.617 postos, resultado de 13.543 contratações e 11.926 desligamentos. Na comparação com outubro do ano passado, houve crescimento de 557%. O saldo de vagas passou de 246 (13.610 admissões e 13.364 demissões) para 1.617 postos de trabalho.Entretanto, no acumulado do ano, o desempenho é negativo, de queda de 28,3%. O saldo de empregos formais caiu de 39.262 entre janeiro e outubro de 2008 para 28.138 no mesmo período deste ano. Nos últimos 12 meses, o saldo também foi negativo, 45,6%, ao passar de 14.486 para 7.879 empregos com carteira.Em outubro, depois de Rio Preto, a cidade que teve o melhor saldo de vagas foi Fernandópolis, com 314, resultado de 687 admissões e 373 desligamentos, seguida de Votuporanga, com 173 vagas, resultado de 750 contratações e 577 demissões. Na terceira colocação aparece Mirassol, que teve 563 admissões e 398 demissões, portanto, saldo de 165 vagas.

Na outra ponta do ranking, na pior colocação, aparece Bebedouro, com saldo negativo de 262 postos de trabalho, fruto de 1.056 admissões e 1.318 demissões. Outro município que se destacou pelo resultado negativo foi Monte Aprazível, que fechou com menos 126 vagas. Pereira Barreto surge em seguida, com menos 76 postos de trabalho, resultado de 112 contratações e 188 demissões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *