Mototaxistas pedem reajuste da tarifa após dois anos de carência e Geninho vai estudar

Publicado em 25 de abril de 2011 às 17h26
Atualizado em 25 de abril de 2011 às 17h26

Uma comissão dos mototaxistas foram reivindicar, na tarde desta segunda (25), ao prefeito Geninho Zuliani (DEM), em seu gabinete, o reajuste da tarifa, atualmente de R$ 3, na cidade e horário normal, sendo de R$ 3,50 após à meia-noite.

100_1631

“Inicialmente, até acho que eles tem o direito de pedir, já que o último reajuste foi dado em 2009, os insumos, principalmente o combustível, subiram de lá para cá, mas vou deixar para assinar, ou não, o reajuste para os próximos dias”, disse o prefeito.

Segundo dados levados pelos mototaxistas, que são cerca de 100 na cidade, distribuídos em quatro agências, segundo lei municipal, em 2009 a gasolina custava, por exemplo, R$ 1,55; a tarifa do ônibus coletivo era de R$ 1,50, passando depois para R$ 1,80, e a corrida da moto passou a custar R$ 3. Agora, ela poderá chegar a R$ 4.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário