Guarani reúne 1,5 mil produtores, senador e deputados, em evento no Berrantão

A Guarani realizou na manhã desta sexta-feira (30) evento de início da safra de cana-de-açúcar e a comemoração o Ano Internacional das Cooperativas, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU).

cooper-guarani-capa

Na oportunidade, houve uma palestra sobre as perspectivas da safra de cana que se inicia, e com o mix de produtos (açúcar e etanol) ainda na berlinda aguardando definições de apoio ao setor, já que as últimas duas safras ocorreram quedas significativas na produção.

DSC_6757

Cerca de 1,5 mil produtores e representantes da agroindústria canavieira regional e paulista estiveram no Berrantão, no Parque do Peão, em Barretos, assim como três deputados estaduais: Antonio Mentor (PT), Beth Sahão (PT) e Itamar Borges (PMDB), e três deputados federais, um do PT, José de Filippi, e dois do PMDB: Edinho Araújo e Duarte Nogueira. Além do senador Aloysio Nunes Ferreira Filho e do secretário de Estado de Meio Ambiente, deputado estadual licenciado Bruno Covas, ambos do PSDB. O bispo diocesano de Barretos, Dom Edmilson Caetano esteve presente.

DSC_6705

De Olímpia, prestigiaram o evento o prefeito Geninho Zuliani (DEM), os vereadores José Elias Morais (Zé das Pedras, líder do PMDB), Luiz Salata (líder de governo e do PP), Gustavo Zanette (PSB), Dirceu Bertoco (PR), João Magalhães (PMDB), e Hilário Ruiz (PT); além de lideranças ruralistas e produtores locais.

DSC_6693

Durante o evento, a Guarani contou parte da história de dois importantes nomes da agricultura no Estado de São Paulo: Geraldo Diniz Junqueira, por sua contribuição ao cooperativismo e Ismael Perina Junior, por seu trabalho em prol dos produtores agrícolas.

DSC_6735

OS HOMENAGEADOS

Fundador da Cooperativa dos Agricultores da Região de Orlândia (CAROL), Geraldo Diniz Junqueira há 49 anos é parte fundamental do grupo que decidiu se unir em busca de melhores condições para a produção e comercialização de cana-de-açúcar. “Eu não tenho dúvida que o Brasil tem seu crescimento e desenvolvimento baseados no setor agropecuário e o suporte maior do setor agropecuário é o cooperativismo”, afirma Geraldo.

DSC_6740

Outro grande exemplo de liderança no setor é Ismael Perina Junior, atual presidente da Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil (Orplana). “Para mim é motivo de muito orgulho estar representando aquela pessoa que está lá no campo labutando, buscando a eficiência, trabalhando, lutando contra todos os problemas”, diz.

DSC_6770

A união dos produtores e o cooperativismo, na opinião do Diretor Presidente da Guarani, Jacyr Costa Filho, devem ser incentivados devido aos inúmeros benefícios que gera aos associados e à grande contribuição que traz à agricultura brasileira. “A Guarani entende o cooperativismo, pois isso é parte de sua história, de sua cultura. Baseamos nossa produção na parceria com os produtores agrícolas. Sabemos que esta proximidade é o que possibilita o nosso crescimento de forma sustentável”, afirma.

DSC_6782

A Assembleia Geral da ONU declarou 2012 como o Ano Internacional das Cooperativas, destacando a contribuição das cooperativas para o desenvolvimento socioeconômico e reconhecendo seu trabalho para a redução da pobreza, geração de emprego e integração social. Esse modelo de negócio contribui para o desenvolvimento socioeconômico dos cooperados e comunidades onde atuam.

A ideia é promover a criação e o crescimento de cooperativas e desenvolver ações para atender as necessidades socioeconômicas do setor. Além disso, as comemorações visam encorajar os governos para estabelecer políticas, leis e regulamentos que levam à criação, crescimento e sustentabilidade das cooperativas.

SAFRA 2012/13

A Guarani S.A. inicia a safra 2012/13 com previsão de crescimento de 13% no processamento de cana-de-açúcar para produção de açúcar, etanol e energia. A expectativa é moer 18,3 milhões de toneladas da matéria-prima frente as 16,3 milhões de toneladas da safra 2011/12.

DSC_6737

A Companhia, uma das empresas líderes do setor sucroenergético brasileiro, vai investir ainda, nesta safra, no plantio de 51 mil hectares de canaviais, sendo 33 mil hectares de renovação e 17 mil hectares de expansão.

“Estamos investindo na renovação e ampliação dos canaviais para recuperar parte da perda das últimas safras provocada pelas mudanças climáticas e aumentando a nossa produtividade para ter maior disponibilidade de matéria-prima e aumentar nossa competitividade.”, afirma Jaime Stupiello, Diretor Agrícola da Guarani.

DSC_6792

Outro ponto positivo para a safra que se inicia é o aumento da colheita mecanizada. “Devemos chegar em 90% de mecanização na cana própria”, explica Jaime.

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor sucroenergético brasileiro. Seu principal negócio é a transformação da cana-de-açúcar em açúcar, etanol e energia, bem como a comercialização desses produtos.

DSC_6758

Possui sete unidades industriais, localizadas na região noroeste do Estado de São Paulo. São elas: Andrade, Cruz Alta, Mandu, São José, Severínia, Tanabi e Vertente (controle compartilhado com o Grupo Humus); e uma unidade industrial em Moçambique, na África.

DSC_6759

A Guarani tem capacidade para processar: 20 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produzir 1,9 milhão de toneladas de açúcar, 860 mil m³ de etanol, além de capacidade de comercializar 400 GWh/ano de energia.

Seu modelo de negócio baseia-se na localização estratégica de suas plantas industriais; no abastecimento da matéria-prima a partir de produtores agrícolas; no foco em produtos de alto valor agregado e na competitividade de suas plantas  industriais.

DSC_6761

Tem como acionistas duas empresas líderes em suas áreas de atuação, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível. A Tereos Internacional, por sua vez, é controlada pelo grupo francês Tereos, uma cooperativa que reúne mais de 12 mil agricultores associados e é um dos principais produtores de açúcar, amido, etanol, álcool e energia do mundo.

GALERIA DE FOTOS

We cannot display this gallery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *