Começo de ano, férias… Dinheiro falso à solta

Publicado em 02 de janeiro de 2010 às 17h17
Atualizado em 02 de janeiro de 2010 às 17h17

Férias e início de ano. Época em que a circulação de dinheiro aumenta no mercado e é exatamente nestes dias que consumidores e comerciantes devem ficar mais atentos para não ter prejuízo com notas falsificadas.

Segundo o perito Luiz Nelson Duarte Carvalho, o real é uma das moedas mais seguras. Uma nota de R$ 50 tem pelo menos oito elementos de segurança. Carvalho alerta que para ter certeza que a nota é verdadeira, é preciso checar pelo menos dois destes itens.

Para ajudar na identificação, o Banco Central está investindo R$ 12 milhões em propaganda. A campanha ensina como perceber uma falsificação no real. Segundo o órgão, as notas mais copiadas são as de R$ 50. Neste ano, de todas as apreensões, 59% são desse valor. Até agosto, foram apreendidas 251 mil notas falsificadas, metade só na região sudeste do país. Assista à uma dessas campanhas, exatamente com a nota mais falsificada, a de 50 reais.

Quem tenta se livrar do prejuízo e passa uma nota falsificada para outra pessoa comete crime. A pena vai de seis meses a dois anos de prisão.

A pena para esse tipo de crime varia de seis meses a dois anos de prisão. No site www.dinheirodeverdade.bcb.gov.br tem todas as informações sobre as notas verdadeiras.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. Luiz Augusto da Silva disse:

    Infelizmente as coisas estão indo de mal a pior.

    Evitem futuros dissabores seguindo as orientações publicadas neste artigo.

    Façam uma busca no arquivo deste magnífico blog, onde encontrarão mais informações a respeito na matéria “VOCÊ SABE RECONHECER UMA NOTA FALSA?”, publicada no dia 28 de outubro de 2009.

    Alerto: ” todo cuidado é pouco”.

    Abraços.

    Luiz Augusto da Silva – poeta.

Faça um comentário