Com taxímetro engavetado, taxistas reajustam tarifa básica em R$ 15

Publicado em 25 de novembro de 2014 às 8h42
Atualizado em 25 de novembro de 2014 às 11h02

Boa parte dos taxistas de Olímpia estão cobrando, a partir desta semana, R$ 15 pela corrida ‘básica’. A decisão parte dos taxistas da Rodoviária que comunicam os demais. Nem todos cumprem a nova ‘tabela’. A alegação principal é o reajuste recente do preço dos combustíveis. O reajuste foi de 15,38%, mas álcool e gasolina subiram, no máximo, 3%.

taxi

Enquanto isso, a lei municipal do taxímetro está, há 15 meses e 12 dias, engavetada. O taxímetro é uma exigência federal para cidades com mais de 50 mil habitantes. Segundo já disse o superintendente da Prodem, autarquia que cuida do setor, Amaury Hernandes, ‘a lei vai entrar em vigor’, mas não precisou quando. O comentário é que a lei ficará no papel porque ‘aqui não vai funcionar’. O taxímetro não é garantia de corrida ‘mais em conta’, muito pelo contrário. Pode até ultrapassar os atuais R$ 15.

A única especificação que os taxistas já cumpriram antes do prazo legal, é a uniformização do taxi branco, mas também não é unanimidade.

Há, também, a perspectiva de que, no começo do ano, o prefeito Geninho Zuliani autorize a abertura de sete novas vagas para o táxi de Olímpia, inclusive para regulamentar melhor a questão dos plantões no período noturno.

O taxista Marcos Garcia (Barba) faz uma análise da situação, e justifica:  “O último reajuste das tarifas dos táxis de Olímpia, ocorreu em janeiro de 2013, e lá se vão 22 meses… Durante este período, a gasolina aumentou 6,6% em janeiro/2013, 4% em novembro/2013 e mais os 3% deste mês (que, na minha opinião, este último ainda não deve ser considerado para efeitos do reajuste do táxi). De qualquer forma temos 10,86% de aumento da gasolina, no período. Os pneus tiveram seus preços elevados em, aproximadamente, 15% (conforme Bonadio Pneus). O óleo do motor teve aumento de, aproximadamente, 20% no período (conforme Rei do Óleo). O INPC-Geral chegou a 10,86%. O IPCA-Geral chegou a 11,26% no período. E por aí vai…”

Assunto(s): ,

Leia também:

2 comentários

  1. Luis Carlos (Dico) disse:

    Parabéns pela materia Sr. Leonardo. Aqui quem fala e o Luis Carlos taxista a 10 anos na estação rodoviaria, eu so acho que o Sr. Deveria respeitar um pouco mais a nossa classe deveria ter vindo aqui na rodoviária e feito uma entrevista aqui comigo ou com qualquer outro amigo aqui antes de falar qualquer balela no seu blog. Obrigado

Faça um comentário