TV Tem iniciou nesta tarde a retransmissão em sinal digital

Publicado em 19 de julho de 2015 às 19h57
Atualizado em 20 de julho de 2015 às 11h33

A TV Tem de Olímpia, afiliada à Rede Globo, iniciou neste domingo (19) a transmissão em sinal digital, graças ao trabalho do engenheiro e atual presidente da Câmara Luiz Salata, responsável pelo Sistema Integrado de Televisão (SIT), de Olímpia.

O novo canal oferece a programação em alta definição, como filmes, novelas, esportes e séries favoritas transmitidos em HD, e pode ser sintonizado no Canal 26.1.

A TV Digital é a nova forma de transmissão do sinal de televisão, que proporciona ao telespectador a melhor qualidade de imagem e som. A programação é transmitida com nitidez e em formato de cinema. Essa tecnologia ainda permite ver televisão em deslocamento, além de possibilitar interagir com a programação.

Em Olímpia, já estão com sinal edigita as emissoras Rede Vida (31.1) e Bandeirantes (58.1), mas continuam nos respectivos canais analógicos 31UHF e 58UHF, respectivamente, até 2017, esclarece Luiz Salata, que está à frente do SIT desde 2009, e que conquistou, nesse período, os canais de televisão em UHF Rede TV! (48), Novo Tempo (51) e Século 21 (46), além dos digitais já mencionados, e a modernização da telefonia celular, estagnada por oito anos, inclusive com retrocesso legal proibitivo de novas radio-bases (torres), de 2000 a 2008.

No dia 20 de janeiro deste ano, Salata foi cobrar do diretor regional da TV Tem Luiz Ricardo Queiroz uma definição da entrada em operação do sinal digital daquela emissora em Olímpia. Até então, o entrave estava na burocracia do Ministério das Comunicações. O Diário acompanhou, com exclusividade, essa reunião.


FUTUROS CANAIS DIGITAIS

Ao Diário, no início da noite de hoje, após a TV Tem antecipar em uma semana a entrada do sinal digital em Olímpia, Salata revelou que, para os próximos dias, entrarão no ar mais dois canais televisivos com sinais digitais: Record (40.1) e SBT (16.1), mas os correspondentes analógicos continuarão no ar.

Outra mudança para os próximos dias é que a Record News migrará do canal 24 para o 43, ambos UHF.

Confira abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre a TV Digital:

1- A instalação é simples ou necessita de um “antenista”? A ligação com a TV é pela antena?

A instalação dentro de casa é simples e será explicada detalhadamente nas instruções que vêm com o produto. A antena será ligada ao conversor e este será ligado à TV. Os sistemas de antena coletiva dos condomínios possivelmente precisarão passar por uma vistoria para verificar a capacidade de receber os canais digitais em UHF.

2- Existem celulares compatíveis para receber o sinal?
Sim, você só precisa verificar se o seu aparelho possui recepção de sinal de TV Digital.

3- Hoje recebo o sinal da TV via parabólica. Com o início das transmissões digitais, eu passo a receber o sinal automaticamente?
A TV Digital é a nova geração de televisão aberta terrestre, em UHF , e não está relacionada com outros tipos de distribuição, tal como a televisão distribuída via satélite, que é captada pelas parabólicas. As transmissões de TV digital se estenderão por todas as áreas urbanas do país, oferecendo uma qualidade de imagens e sons muito melhor que a da TV analógica dentro das cidades. Assim, se você mora dentro de uma cidade, é possível que, com a TV digital, não seja mais preciso recorrer à parabólica para desfrutar da televisão com boa qualidade. Mas, se você mora em uma área rural, continuará recebendo normalmente o sinal da parabólica.

4- A TV analógica com o conversor altera seu padrão de tela para 16×9?
Aqueles que tiverem TVs analógicas não terão qualquer alteração na programação, formatos e canais que estão atualmente em operação. Contudo, algumas TVs analógicas permitem ao usuário alterar a relação de aspecto da imagem. Dependendo do tipo de interface utilizada para interligar TV e conversor, o formato final poderá ser em 16×9.

5- O público que possui TV a cabo terá melhora do sinal? Haverá necessidade de instalar o conversor?
As TVs por assinatura, hoje, transmitem a programação digital. O assinante de TV por assinatura terá duas opções para receber os sinais digitais das TVs abertas: adquirir uma nova caixa para o cabo ou comprar uma caixinha conversora da TV digital e interligá-la à sua TV e a uma antena (que poderá ser interna e externa, dependendo do local da residência). Ele continuará recebendo a programação da TV por assinatura pela respectiva caixinha e os sinais das TVs abertas, gradativamente, pela nova caixinha de TV Digital. Mas atenção: a forma de interligar as duas caixinhas às TVs irá variar caso a caso, e dependerá do tipo de interface existente nos diferentes modelos de caixinhas e de TVs – as TVs por assinatura também estão planejando distribuir por suas redes os sinais digitais da TV aberta. Nesse caso, seus assinantes não precisarão comprar a caixinha de TV Digital. Mas, ainda assim, as operadoras de TV por assinatura deverão disponibilizar novas caixas para seus assinantes, que serão compatíveis com a transmissão das TVs abertas.

6- Antenas internas também são compatíveis?

Caso a antena esteja em boas condições técnicas para receber os sinais em VHF (canais 2 a 13) e UHF (canais 14 ao 60), não precisará ser trocada. É possível que as antenas existentes tenham desempenho adequado apenas para recepções em VHF. Nestes casos, será necessário incorporar a antena de UHF para receber os sinais digitais. Existem apenas internas para VHF e UHF.

7- Sou síndico de um prédio que tem uma antena coletiva, mas não tem assinatura de nenhuma TV a cabo. Preciso trocar a antena do prédio para receber o sinal digital? Os condôminos precisam comprar algum equipamento adicional?

Caso a antena esteja em boas condições técnicas para receber os sinais em VHF (canais 2 ao 13) e UHF (canais 14 ao 60), não precisará ser trocada. Porém, cada morador precisará comprar o conversor digital, também conhecido como caixinha conversora, para poder usufruir de quase todas as vantagens da TV Digital em seu aparelho atual (imagem perfeita e som sem ruídos). No entanto, para ter o sinal de alta definição, será necessário que o morador tenha adicionalmente um televisor HDTV. É possível que, em alguns casos, as antenas existentes tenham desempenho adequado apenas para recepções em VHF. Nestes casos, será necessário incorporar a antena de UHF para receber os sinais digitais.

8- O receptor da TV digital é compatível com computadores antigos?

Depende da configuração do computador; ele precisa ter entrada USB e memória suficiente para reproduzir vídeo.

9- E as TVs portáteis? O uso será apenas restrito aos meios de transporte, como carros, trens, barcas etc?

Não exclusivamente. As TVs portáteis poderão ser utilizadas em qualquer lugar, até mesmo em casa.

10- Aqueles que já possuem uma TV de alta definição precisam apenas ligá-la em uma antena UHF?

Se você quiser aproveitar as vantagens da sua TV de alta definição, você tem duas opções. Adquirir o conversor digital, também conhecido como Set-Top-Box, e ligá-lo a uma antena e ao seu televisor, ou, se o seu televisor possuir conversor digital integrado, basta ligá-lo a uma antena.

11- Um conversor é suficiente para “abastecer” uma casa ou cada aparelho de TV terá que ter um conversor?

Será possível conectar um conversor digital a mais de um aparelho (puxar um fio e fazer a distribuição do vídeo), mas o canal digital sintonizado será o mesmo em todas as telas. Para que cada aparelho possa sintonizar um canal diferente, é necessário ter um conversor digital para cada televisor.

12- Os conversores são compatíveis com qualquer aparelho de TV? Eles serão vendidos em que tipo de loja?
Sim, são compatíveis com qualquer aparelho de TV, mas as interfaces de cada tipo de conversor são de livre escolha da indústria. Após a implantação, em médio prazo, os conversores serão vendidos em todas as lojas onde há venda de televisores.

13- Onde eu posso adquirir o conversor digital?
Você pode adquirir o conversor digital em lojas de eletroeletrônicos ou pela internet.

14- O que significa a abreviação HDTV?
Televisão de alta definição a sigla deriva do inglês, High Definition TV.

15- Gostaria de saber se posso assistir TV digital no meu computador?
Sim, basta adquirir o dispositivo USB (PenTV) para receber o sinal digital.

16- Terei que pagar a operadora para o uso do serviço no telefone celular?

Não, a TV aberta é gratuita, mas só será recebida em modelos de celular com sintonizador de TV.

17- O receptor USB que é ligado ao computador, consegue captar o sinal digital da TV Globo?

Sim, você assiste à TV TEM pelo computador ou notebook.

18- Antena parabólica, sem assinatura, receberá o sinal digital?
Não, pois o sinal digital é de transmissão terrestre, em UHF, já as parabólicas usam tecnologia via satélite.

19- Qual a especificação ideal para que eu compre uma TV LCD, existente no mercado?
Para experimentar toda a qualidade do sinal digital de alta definição, além da escolha da tecnologia, é necessário que o display seja FULL HD, ou seja, capaz de reproduzir a máxima resolução possível do sinal digital.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. Rodrigo disse:

    O canal correto é 26.1 e não 28.1 como mencionado no texto.

Faça um comentário