Feira de Artesanato da ABECAO atrai muitos visitantes, inclusive do Exterior, na nova Praça

Publicado em 22 de dezembro de 2011 às 18h57
Atualizado em 22 de dezembro de 2011 às 18h57

A Feira de Artesanato da ABECAO (Associação Beneficente Cultural e Assistencial de Olímpia), instalada na Praça Rui Barbosa, centro da cidade, desde a reinauguração do local e abertura do comércio noturno, dia 8 pp., tem recebido grande afluência de visitantes para adquirir os produtos artesanais confeccionados pelos beneficiários das oficinas de qualificação da entidade social durante este ano.

A procura pelos produtos artesanais tem sido bastante significativa pelos olimpienses e visitantes, inclusive recebendo turistas de países como Holanda, Japão e Suécia, que compraram o artesanato produzido pelas alunas dos diversos cursos promovidos gratuitamente pela ABECAO.

É o caso de uma turista nissei que reside na Suécia, que esteve em Olímpia e se interessou pelos trabalhos, comprando o tapete em barbante artesanal, trabalhado no estilo labirinto, confeccionado pela beneficiária Augusta Pivello, e também panos de copa da oficina de costura, apreciando ainda enormemente as compotas e geléias de frutas da região preparadas artesanalmente na oficina de processamento de frutas da entidade. A visitante foi recepcionada na feira pela secretária Cleonice Siqueira e as monitoras Marcelina e Patrícia Negro.

A professora Maria Alice Moreira Salata, diretora da Associação relata que a Feira de Artesanato “cumpre integralmente os objetivos planejados visto que os produtos foram confeccionados pelas atendidas de seis oficinas de artesanatos: barbante, pintura em tecido, macramê, tear manual, bijuteria ecológica e processamento de frutas, incluindo a oficina de costura industrial profissionalizante, somando mais de setecentas peças”.

Segundo ela, trata-se de “uma grande conquista da entidade, pois a feira tem o objetivo de prestar contas à população olimpiense, do resultado dos projetos de capacitação de mão-de-obra executados pela entidade beneficente, cuja renda será revertida para as obras assistenciais da ABECAO”.

Maria Alice conclui agradecendo ao prefeito Geninho Zuliani (DEM) e à sua mãe, Aparecida Zamperlini Zuliani, presidenta do Fundo Social de Solidariedade, “pelo apoio e parceria no desenvolvimento das atividades da ABECAO”.

A Feira ficará aberta até a noite de amanhã (23) e, após as festas de final de ano, estará em funcionamento permanente na sede da ABECAO, na Av. Fernando Moro, 120, São José, telefone (17) 3281-9384, e atenderá todos os interessados em adquirir os produtos artesanais, desta forma, colaborando com os projetos sociais da entidade.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s):

Leia também:

2 comentários

  1. Genival Miranda disse:

    Quero Parabenizar o excelente trabalho desenvolvido pela ABECAO junto à comunidade, principalmente capacitando diversas pessoas por meio de projetos, Oficinas e Cursos, tenho observado que a entidade tem objetivo, além da inclusão social, dar autonomia às famílias em vulnerabilidade social, a fim de criarem novas formas de renda, já desenvolveu varias ações em pouquíssimo tempo de atuação inclusive na capacitação de pessoas para o mercado de trabalho é praticamente um CRAS no que se refere à proteção básica. Realmente um exemplo de superação e sucesso!! Congratulações a toda a diretoria e equipe… Abraço!

    • Luiz Augusto da Silva disse:

      >>>

      Querido amigo, Genival Miranda, boa tarde!

      Permita-me fazer minhas as suas palavras e acrescentar:

      – ” Melhor do que o peixe doar é ensinar a pescar!”

      Abraços fraternais! Luz! Paz!

      >>>

Faça um comentário