Fefol bate recorde com 34 mil acessos na transmissão pela internet

Publicado em 17 de agosto de 2015 às 15h11
Atualizado em 17 de agosto de 2015 às 15h12

Como já é tradição, a transmissão ao vivo pela internet do 51º Festival do Folclore de Olímpia foi um sucesso. Pela décima vez na história o Fefol teve suas imagens do “Palco Principal” geradas em tempo real através do seu portal oficial (www.folcloreolimpia.com.br) e também do Diário de Olímpia e Estância Turística de Olímpia, que se uniram para levar o nosso festival pelo mundo afora. Foram quatro câmeras que mostraram o festival por todos os ângulos.

IMG_4214

Durante os nove dias de festival mais de 33 mil internautas assistiram às apresentações ao vivo pela internet, quebrando o recorde de 2014 quando 26 mil internautas acompanharam o evento. Neste ano, outros 17 mil acessaram o site fora do horário da transmissão, que somados aos 33 mil que assistiram ao vídeo ao vivo, gerou a marca de 50 mil visitantes únicos para o site durante o 51º Fefol.

Durante a transmissão os internautas interagiram com as apresentações e enviaram mais de mil mensagens instantâneas através de um espaço reservado no site. O software que registra as visitas do Portal apontou acessos de várias partes do país e até do exterior, como, por exemplo, Portugal, Espanha, Estados Unidos, Canadá, Argentina, México, Chile, Guatemala e Japão. No Brasil, as regiões Norte e Nordeste foram novamente as que maior registraram índices de audiência, seguidos pelo Sudeste e Sul do país.

Algumas cidades brasileiras, como Major Sales, no estado do Rio Grande do Norte, que mandou para Olímpia dois grupos folclóricos (Grupo Mestre Bebé e o Grupo Major Sales) chegaram a instalar telões em praças públicas , onde segundo informações dos integrantes dos grupos, mais de 300 pessoas de uma mesma cidade se reuniram na praça para acompanhar o festival ao vivo, isso sem contar os internautas que preferiram assistir no conforto de suas casas.

historico-acessos

Todo o trabalho de transmissão foi realizado através da parceria de duas empresas olimpienses, a Top Vídeo Produções, de Edson Magro, o “Magali” e da OlímpiaWeb Serviços de Internet, de Jonas Olmos, que pelo décimo ano trabalham de forma incansável para a melhoria da transmissão.

No Portal Oficial do Festival do Folclore o internauta pode conferir ainda tudo sobre a história do festival, sua criação, saber mais sobre o Museu, a Capital e a Praça de Atividades Folclóricas Professor José Sant’anna.

O portal ainda disponibiliza informações para pesquisas, como mitos, lendas, danças, contos folclóricos, culinária, medicina popular, além da definição do que é folclore.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. Thiago disse:

    péssimo este ano, cada vez pior, preços abusivos, além do mais pessoas feias, deveria de ser alfaltado tudo la dentro, muita poeira, um fedô lascado.

Faça um comentário