O domingo que se tornou ‘mais verde’ com o plantio de 320 árvores em Olímpia

A população de Olímpia compareceu em peso na manhã deste domingo (20) na Avenida Constitucionalista para participar do projeto TEM Mais Verde, uma iniciativa da TV TEM em parceria com a prefeitura e a CPFL. Moradores da cidade, principalmente crianças, plantaram 320 mudas pelo canteiro central da avenida, a principal da cidade. Fotos Facebook

12002248_10207847642979060_4911140113965825852_n

O evento foi para toda a família, com foco na recomposição da vegetação nas áreas urbanas. O projeto comunitário realizou o plantio na avenida e, com isso, pretende aumentar a projeção da área verde e por consequência a qualidade do ar e da sensação térmica no local. Além disso, houve a distribuição de mudas, para que as pessoas possam plantar em casa. “Plantei duas árvores e quero cuidar das duas até elas crescerem. Essa ação ajuda o meio ambiente e é importante para a cidade”, afirma a estudante Milena de Oliveira dos Santos, 11 anos.

12039310_1006954572658462_925818628463119507_n

Mas o evento não teve apenas a parte ambiental, mas também a social. O TEM Mais Verde ofereceu diversas atividades paralelas como tendas de saúde com aferição de pressão arterial e controle de diabetes, oficina de corte de cabelo, feira de adoção de animais, apresentações musicais e de fanfarra, apresentações de capoeira e apresentação do coral da Terceira Idade e aula de zumba.

12006273_900968816657259_2214164611634351802_n

“Foi um grande sucesso, a parceira com a TV TEM, a avenida ficou lotada, e a população firme cuidando do meio ambiente em um dia lindo. Olímpia fica mais verde, e a população vai desfrutar do meio ambiente na cidade”, afirma João Paulo Pitta Polisello, secretário de governo.

(G1)

12049381_772687412840765_5001394276292117474_n

12042625_900968979990576_2667668242138855858_n

12009587_900968856657255_5938963674993542186_n

12002776_900968723323935_3228561106606794873_n

12027703_10207847636378895_5593841666721941031_n

11836815_10207847644139089_2805194526458498251_n

11986373_10207847644619101_5048327398246914236_n

11143324_10207847643419071_6074385525118811637_n

11182282_10207847642899058_8634217036184344584_n

12002892_10207847641739029_1948580566786406514_n

12046586_10207847641699028_3474963546885673394_n

11998815_10207847641539024_1408869200395183150_n

12043088_10207847642299043_5454770145635731758_n

12047137_10207847641259017_7387688128593502060_n

12033108_10207847640779005_7975134322719178707_n

12036395_10207847640178990_930559056465156728_n

É neste domingo: Projeto da TV Tem plantará 300 mudas de árvores na Constitucionalista de 32

Neste domingo (20), a TV TEM, afiliada da Rede Globo, realiza o TEM Mais Verde em Olímpia, um evento com foco na recomposição da vegetação nas áreas urbanas.

temmaisverde olimpiaverde tv temEm parceria com a Prefeitura da Estância Turística de Olímpia e a CPFL Energia, o projeto comunitário irá plantar 300 mudas de árvores na Avenida Constitucionalistas de 32, aumentando a projeção da área verde e, por consequência, melhorando a qualidade do ar e da sensação térmica no local. E outras mil mudas para doação, segundo consta no site da TV Tem.

O evento será realizado a partir das 9h e irá oferecer diversas atividades paralelas como: tendas de saúde, oficina de corte de cabelo, feira de adoção de animais, apresentações musicais e de fanfarra, apresentações de capoeira e outros esportes, apresentação do coral da Terceira Idade e aula de zumba.

temmaisverde

A ideia é conscientizar que através de pequenas ações na comunidade, o cidadão é capaz de atuar e agir favoravelmente ao desenvolvimento sustentável global.

SERVIÇO – TEM Mais Verde Olímpia

Data: 20 de setembro

Horário: a partir das 9 horas

Local: Av. Constitucionalistas de 32, Olímpia

Informações: www.tvtem.com/temmaisverde

Participação Gratuita

Atividades:

– Cerca de 1000 mudas para doação;

– Secretária de Saúde: campanhas de conscientização (DST, Aids) e atendimentos diversos;

– Secretaria de Assistência, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: Oficina de Beleza (corte de cabelo), campanhas de conscientização (drogas, abuso infantil, entre outros), atendimento social, inscrições do Projeto Pescar, entre outros;

– Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer: Projeto de Iniciação Esportiva, demonstrações esportivas;

– Secretaria da Educação: apresentações das escolas municipais;

– Daemo Ambiental: distribuição das cartilhas, demonstração da Educação Ambiental;

– ONG Miau: adoção de cães;

– ABECAO (Associação Beneficente Cultural e Assistencial de Olímpia): apresentações culturais e demonstração dos cursos desenvolvidos pela entidade;

– Tiro de Guerra: auxílio no plantio das mudas e nas atividades;

– Corpo de Bombeiros: exposição das viaturas;

– Polícia Militar: exposição da Base Comunitária Móvel, com a participação da Atividade Delegada;

– Clube dos Desbravadores Pedra Preciosa: apresentação da fanfarra e auxílio no plantio de mudas;

– Clube dos Escoteiros Olhos D’Água: auxílio no plantio de mudas;

– Grupo de Capoeira;

– Brinquedos infláveis;;

– Coral da 3ª Idade

– HB Saúde: disponibilização de ambulância e profissionais de saúde;

– OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Olímpia: atendimento à população;

– PAT – Posto de Atendimento do Trabalhador: divulgação de vagas de emprego;;

– Academia C&A: aula de zumba e demonstração de atividades esportivas

– CIT – Centro de Informações ao Turista (trailer)

Daemo Ambiental continua recebendo lixo eletrônico no EcoPonto

A autarquia Daemo Ambiental, de Olímpia, continua recebendo lixo eletrônico somente no EcoPonto – Unidade I, localizado à Rua Elzon Furlan, 151, Distrito Industrial “Álvaro Marreta Cassiano Ayusso”, e que agora é o ponto permanente de descarte da cidade.

No dia 9 passado, encerrou-se a campanha desenvolvida em parceria com a Secretaria de Educação, que consistia em conscientizar crianças da Rede Municipal de Ensino sobre a importância do descarte correto deste material em desuso, que causa danos ao meio ambiente. Durante a campanha, as crianças recolheram uma tonelada deste material.

DSC07449

A campanha desenvolvida pelo período de 14 dias (de 24 de agosto a 9 de setembro) foi uma ação coletiva que envolveu cinco municípios, além de Olímpia.

A assessora de Meio Ambiente do Daemo Ambiental, Ana Lúcia Lopes Volfe, explicou que esse tipo de material inservível deve ser recolhido de maneira correta: “Esse lixo não pode ser misturado com o lixo comum. Esse resíduo deve ser diferenciado, porque muitos deles possuem contaminantes para solo e para o meio ambiente e, por isso, precisa ser descartado de maneira correta”.

Segundo ela, durante a campanha optou-se “por ponto de entrega voluntária, em parceria com a Secretaria da Educação. Colocamos um recipiente para que os munícipes de cada bairro pudessem levar o resíduo eletrônico que tinham em casa, e que não tinha mais utilidade”.

Para a coleta do lixo eletrônico de forma permanente foi formado um consórcio entre os municípios de Olímpia, Cajobi, Monte Azul Paulista, Palmares Paulista, Paraíso e Severínia. O consórcio fará uso dos serviços da LED, empresa especializada na coleta deste tipo de lixo, da cidade de Mococa.

DSC07448

Todo o material eletrônico em desuso que foi recolhido nas escolas, na última sexta-feira, dia 11, foi levado para Monte Azul Paulista, onde ficará depositado junto ao lixo dos demais municípios consorciados, até atingir quatro toneladas, para que a LED possa vir recolhê-lo e destinar corretamente cada componente eletrônico.

Do lixo eletrônico não faz parte a lâmpada fluorescente queimada. Ela precisa ser descontaminada antes de ser depositada e transportada. Esse material não entrou na classificação de lixo eletrônico, mas já existe uma discussão visando solucionar a questão sobre a melhor forma de seu descarte.

Cooperativa de Catadores está sendo formada para atender programa de coleta seletiva

Por meio de uma parceria entre a autarquia Daemo Ambiental e Secretaria de Assistência Social, Desenvolvimento e Direitos Humanos, de Olímpia, está sendo criada uma Cooperativa de Catadores, já que a sua constituição está em fase final.

Na quarta-feira (9), foi realizada reunião no auditório do Daemo com representantes da Assistência Social acerca das ações que ainda precisam ser desenvolvidas para a conclusão do Programa de Coleta Seletiva.

reuniao-coleta-seletiva

Basicamente, as ações são: a constituição da Cooperativa, a construção da Central de Triagem, que está sendo gerenciada pela Secretaria de Obras e Engenharia; contratação de empresa de coleta, que está sob a responsabilidade da Secretaria de Planejamento e Habitação; conscientização da população por meio da educação ambiental; determinação de roteiros de coleta e operacionalização da Central de Triagem pelos cooperados.

Desde abril do ano passado, o Programa de Coleta Seletiva vem sendo desenvolvido por meio de várias reuniões com os catadores, capacitação tanto dos cooperados quanto da equipe técnica gestora do programa, contratação de empresa de consultoria especializada para formalização da cooperativa e envolvimento das escolas municipais por intermédio de concurso para a escolha do mascote, nome e paródia.

reciclagem

A realidade do Programa de Coleta Seletiva é um processo complexo e burocrático e envolve a participação de várias secretarias municipais e, principalmente, depende da adesão da população.

A Prefeitura pretende iniciar as atividades do Programa ainda no ano de 2015 e, assim, atender o  Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

Estação de Tratamento do Córrego dos Pretos será ampliada ao custo de quase R$ 3,7 milhões

A Prefeitura da Estância Turística de Olímpia e a Daemo Ambiental assinaram na manhã desta quinta-feira (3), o contrato e a ordem de serviço para a ampliação da ECTE – Estação Compacta de Tratamento de Esgoto “Córrego dos Pretos”, localizada no Jardim Santa Fé. A empresa vencedora da licitação é a Carmello Projetos Eireli – EPP, de Ribeirão Preto, que ficará responsável pela execução da obra e irá trabalhar em conjunto com a Empresa de Engenharia Ambiental, que é responsável pelo fornecimento de equipamentos.

DSC_0012

O valor do contrato é de R$ 3.632.784,49, que será pago com recursos próprios da Daemo Ambiental. A empresa ficará responsável pela construção civil com fornecimento de materiais, mão de obra, equipamentos, montagem e startup de estação compacta para tratamento de esgoto sanitário (ECTE), pré-fabricada em PRFV (fibra de vidro), composta por estação elevatória, reator tipo UASB (reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente), FBAs – Filtro Biológico Aerado Submerso, DEC – Decantador Secundário de Alta Taxa e descarte de lodo em bag’s. O prazo para a execução da obra é de seis meses, a partir da assinatura do contrato.

De acordo com Antônio Jorge Motta, a obra é de suma importância para Olímpia e para os moradores do bairro Santa Fé e adjacências. “Com essa obra vamos aumentar a vazão do tratamento de esgoto. Atualmente temos 20 litros por segundo de tratamento, o que atende 10 mil habitantes. Com a ampliação da Estação Compacta de Tratamento de Esgoto esses números vão dobrar, ou seja, vamos passar para 40 litros por segundo de tratamento e atender mais de 20 mil pessoas”, concluiu Motta.

Estiveram presentes na reunião o prefeito Geninho Zuliani (DEM) e o vice Gustavo Pimenta (PSDB); o superintendente do Daemo Ambiental Antônio Jorge Motta; a arquiteta e proprietária da empresa Carmello Projetos, Giselle Carmello Silva; o engenheiro e responsável técnico da empresa, Rodrigo Couri de Almeida; o biólogo da Empresa de Engenharia Ambiental, Luiz Fernando Moreira, e Wayne Bergamasco Júnior, diretor administrativo e Ariane Martinussi, assessora operacional, do Daemo.

Geninho regulamenta gerenciamento de resíduos de construção e demolições

O prefeito Geninho Zuliani (DEM), de Olímpia, regulamentou o Sistema Municipal de Gerenciamento dos Resíduos de Construção, Demolição e Resíduos Volumosos. O Decreto foi publicado na Imprensa Oficial do Município-IOM, recentemente.

O decreto segue, também os termos da Resolução CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente) nº 307, de 5 de julho de 2002.

A regulamentação da Lei trata dos seguintes aspectos relacionados ao Sistema: Programa Municipal de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil relativo à implantação e à operação da rede de Eco Pontos para Pequenos Volumes; da rede de Áreas para Recepção de Grandes Volumes; dos Projetos de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil; do uso de estacionamento de caçambas estacionárias e o transporte de resíduos de construção civil e resíduos volumosos; do uso de agregados reciclados em obras e serviços públicos; do Núcleo de Gestão Integrada e do Parque Ambiental.

gestao-de-residuos-solidos-na-construcao-civil

Já buscando cumprir as determinações da Lei, no dia 17 de agosto passado, com início às 8h30, na autarquia Daemo Ambiental foi realizada uma reunião para informar as empresas responsáveis pelo transporte de resíduos da construção civil (entulhos).

Estiveram presentes na reunião as empresas, MA Caçambas, Biro-Biro Caçambas, JDS Caçambas, Fiorotto Caçambas, Gimiro Caçambas e Teixeira Caçambas. Representando o Daemo esteve o advogado Renato Camargo Rosa, a engenheira Ambiental Pollyana Rodero Fernandes, o gestor do Parque Ambiental Breno Bassi Bitencourt, e representando a autarquia Prodem, o encarregado de Engenharia, Bruno Freu.

Foram tratadas as especificações quanto a coleta, transporte e disposição final dos resíduos da construção civil, como as seguintes:

  • na caçamba de entulho só deverá conter resíduos de construção civil, ou seja, a caçamba deve estar sem resíduos orgânicos, resíduos de poda, recicláveis, entre outros;
  • a caçamba deve estar estacionada de forma adequada, não deverá estar em cima da calçada dificultando a passagem de pedestres ou na rua de forma que dificulte a passagem dos carros, ou até possa causar um acidente;
  • não devem ser colocados resíduos acima da capacidade da caçamba;
  • o prazo máximo de permanência das caçambas nas vias públicas será de 5 dias e no caso da região central da cidade, como a caçamba ocupará o lugar de um carro estacionado, estará a critério da Prodem fazer uma cobrança diferenciada para a permanência da caçamba no local;
  • na hora do transporte a caçamba deve estar coberta, para impedir que tais resíduos sujem as vias públicas ou atinjam pessoas e veículos e se, caso, algum resíduo caia sobre a via o responsável pela limpeza será o transportador;
  • o transportador deverá apresentar 3 vias da CTR (Controle de Transporte de Resíduos) no ato da disposição, uma via ficará no local de descarte, outra com o transportador e outra com o gerador;
  • O CTR será disponibilizado às empresas através do site da Daemo Ambiental;
  • o transportador deverá conscientizar o gerador sobre o correto descarte dos resíduos na caçamba;
  • foi estabelecida uma normatização para as caçambas, que deverão ter 3 m³, serem amarelas, apresentarem pintura zebrada na borda e faixas refletivas na cor vermelha, além do nome da empresa, número de cadastro Prodem e Ambiental.

O Decreto também estabelece o conteúdo mínimo dos projetos de gerenciamento de resíduos da construção civil que os grandes geradores, ou seja, grandes obras da construção civil, devem apresentar a Secretaria Municipal de Obras e Engenharia.

O Decreto Municipal 6.101/15 entrará em vigor após 90 dias de sua publicação, para que as empresas tenham tempo hábil de se regularizarem, além disso a autarquia se comprometeu a realizar mais reuniões com os representantes da empresas para mais esclarecimentos.

A Daemo Ambiental também realizará campanhas de conscientização para que a população colabore fazendo o descarte dos resíduos de forma correta, pois tanto os geradores, como os transportadores e o destino final são corresponsáveis quanto ao manuseio correto dos resíduos da construção civil.

Daemo destina pneus e madeiras do lixo para reaproveitamento

A autarquia Daemo Ambiental, de Olímpia, busca estratégias para atingir as metas do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, se adequando à Política Nacional de Resíduos Sólidos. Por isso, até agora, mais de mil pneus foram coletados e foram encaminhados à uma empresa de reciclagem de Jundiaí (SP), por meio de convênio.

DSC07078

A autarquia mantém, desde abril de 2015, um ponto de entrega voluntária de pneus na Avenida João Rimoli Neto, 634, Jardim Menina Moça II, que atende terças e quintas-feiras, das 8h às 10h30 e das 12h30 às 16h30.

20150812074012(1)

Na última segunda-feira (10), o Daemo Ambiental, que é responsável pela gestão do Parque Ambiental do município, em parceria com uma olaria, destinou aproximadamente 50 metros cúbicos de madeira para o reaproveitamento do seu poder calorífico na confecção de tijolos.

A ação visa diminuir o volume de madeira proveniente da construção civil, evitar riscos de incêndio e destinar adequadamente o resíduo.

Lixo eletrônico poderá ser entregue nas escolas municipais de 24 a 28 deste mês

O Departamento de Água, Esgoto e Meio Ambiente da Estância Turística de Olímpia, Daemo Ambiental, fará coleta de “lixo eletrônico” no período de 24 a 28 deste mês, em parceria com as escolas de Ensino Fundamental da Rede Municipal. Será uma campanha voluntária, quando nas escolas estarão à disposição dos alunos e cidadãos recipientes para armazenar esses resíduos.

lixo

COISASO projeto foi desenvolvido após duas reuniões realizadas nos meses de junho e julho com a finalidade de discutir a temática do “lixo eletrônico” e firmar parceria entre os municípios de Cajobi, Olímpia, Monte Azul Paulista, Palmares Paulista, Paraíso e Severínia.

“O objetivo foi encontrar possibilidades para realizar um descarte correto, uma vez que estes materiais contêm substâncias que, quando descartados em locais inadequados, são capazes de acarretar problemas ao Meio Ambiente, tanto ao solo quanto à água”, explica Ana Lúcia Lopes Volfe, diretora de Meio Ambiente do município.

Como se sabe, todos os dias são lançados novos aparelhos celulares, televisores, computadores, entre outros, e a tendência é a população substituir os mais velhos e os que já estão quebrados por estes mais novos. E é aí que surge a questão: “Onde descartar todo este lixo eletrônico?”.

O 1º Mutirão “Bota Fora o Lixo Eletrônico” surge então como medida de solução para esta problemática, de acordo com Ana Lúcia Volfe. A campanha será realizada pela primeira vez nos municípios envolvidos na parceria. “A meta é coletar o maior número de materiais eletrônicos inutilizados nas cidades, e providenciar um descarte correto, limpo e sustentável”, diz a diretora.

A parceria dos municípios estendeu-se ainda à Empresa LED, localizada na cidade de Mococa, a qual será responsável pelo recolhimento de todo o lixo e do transporte até sua sede, onde possui um trabalho de reciclagem dos materiais coletados. “Para que esta campanha funcione, precisamos da colaboração de todos os cidadãos olimpienses”, pede Ana Lúcia.

Abaixo segue a lista dos endereços das escolas e os materiais que podem ser levados, salientando que o “lixo eletrônico” tem que ser levado completo, não podem ser entregues sem os componentes internos.

LOCAIS

Daemo finaliza obras do primeiro EcoPonto da cidade

O Daemo Ambiental está finalizando a pintura e a construção da calçada, instalando letreiro, placas informativas, caçambas, freezer para animais mortos e equipando a guarita com geladeira, micro-ondas e materiais de escritório no EcoPonto Unidade I, no Distrito Industrial II, que foi construído por meio de convênio com o Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição-Fecop. À Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente de Olímpia coube a fase final de acabamento.

DSC07074

Além disso, a Daemo Ambiental contratou quatro vigias por intermédio da Prodem, para turnos de 12 horas no local. A Autarquia também adquiriu um volume de 60 m³ de brita para tornar o pátio de manobras mais acessível aos munícipes que utilizarem o EcoPonto para descartar seus resíduos de forma correta. Caberá à Daemo Ambiental também o gerenciamento da rede de EcoPontos da Estância Turística de Olímpia.

DSC07070

Os EcoPontos são equipamentos públicos destinados ao recebimento voluntário de pequenos volumes de resíduos da construção civil e resíduos volumosos (até 1 m³) pelos próprios munícipes ou por pequenos transportadores cadastrados -excluídas as pessoas jurídicas-, diretamente contratados pelos geradores, voltados à triagem, ao acondicionamento e à remoção adequada às áreas de destinação autorizadas, provenientes de obras, reformas e reparos de pequeno porte.

No local, Rua Elzon Furlan, 151, Distrito Industrial-II “Álvaro Marreta Cassiano Ayusso”, também haverá um Ponto de Entrega Voluntária-PEV de resíduos recicláveis e óleo usado, que serão destinados à Cooperativa de Reciclagem “Amigos da Natureza”.

DSC07071(3)

Nos próximos anos devem ser instaladas mais unidades de EcoPontos na Estância Turística de Olímpia, para que todos os pontos do município sejam atendidos por esses equipamentos urbanos que propiciam a manutenção de uma cidade mais limpa para seus moradores.

Daemo faz reciclagem de podadores cadastrados e pede conscientização da comunidade

A Divisão de Meio Ambiente da Daemo Ambiental realizou no início da semana passada (2 e 3), na sala de reunião da autarquia, a Capacitação de Podadores para as empresas e podadores autônomos cadastrados. O objetivo da capacitação é a reciclagem dos conhecimentos e orientação de uma poda adequada nos exemplares arbóreos de nossa cidade. O evento foi divulgado hoje (7).

DSC_0076

Do conteúdo abordado, foram explanadas palestras como o “Plantio de árvores e empreendedorismo”, na qual a Engenheira Agrônoma Camila Furquim pôde instigar os participantes para o leque de opções relacionadas à presença das árvores no ambiente urbano.

“A árvore, para o profissional podador, é a matéria-prima do seu negócio. Se exaurimos a árvore até a sua morte, não só perdemos este exemplar arbóreo, como o podador perde o seu ‘ganha-pão’”, analisa Camila Furquim. “E também vimos a necessidade de se promover o plantio de mais árvores na cidade, pois quanto mais árvores tivermos na cidade, mais trabalho os podadores terão”, ressalta ela.

A engenheira explanou ainda sobre várias espécies de pequeno, médio e grande porte utilizadas na arborização urbana, ilustrando a palestra com fotos das árvores em flor.

O Diretor de Serviços Gerais da Prodem, Cássio dos Santos, apresentou os equipamentos para poda e os equipamentos individuais para a segurança do podador. Ele esclareceu a preocupação constante da equipe técnica de Meio Ambiente em relação à arborização, desde o levantamento da arborização urbana até a elaboração do Plano de Arborização Urbana da Estância Turística de Olímpia.

DSC_0100

O palestrante convidado, Engenheiro Otton Garcia de Arruda, da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de São José do Rio Preto, apresentou técnicas de poda visando não danificar o exemplar arbóreo. Foram apresentadas fotos de exemplares arbóreos podados pelos profissionais locais, e muitas árvores estavam com excesso de poda de sua copa. “As árvores precisam das folhas para processar seu alimento, para comer, e, observamos que este excesso de poda está exaurindo as árvores, levando-as à morte”.

Os podadores, por sua vez, solicitaram uma maior conscientização da população para que eles possam aplicar este conhecimento técnico nas árvores, evitando, assim, podas drásticas e desnecessárias.

Todos os participantes da Capacitação de Podadores receberam certificado. A emissão da carteirinha destes profissionais está prevista para setembro. Para a empresa ou podador autônomo que não participou da capacitação, o mesmo terá que aguardar a reciclagem prevista para o ano que vem. Até lá, somente os podadores cadastrados na Daemo Ambiental poderão realizar as podas nas árvores das vias públicas e, a partir de setembro, somente os podadores com as carteirinhas.

Daemo adquire com recursos próprios caminhão-pipa superequipado, e geradores de energia

A Superintendência de Água, Esgotos e Meio Ambiente da Estância Turística de Olímpia, Daemo Ambiental, acaba de adquirir um caminhão-pipa superequipado, que além de executar os serviços corriqueiros como aguar ruas, lavar trechos em asfalto, praças e logradouros públicos, também está equipado para atender ocorrências de incêndios, por exemplo em matagal, canaviais e outros ambientes, mesmo na área urbana.

DSC_0042

Foram investidos R$ 244 mil em recursos próprios na compra do chassi e depois do tanque e equipamentos nele instalados. O caminhão, usado, ano/modelo 2011, tração 6×2, 3 eixos e motor de 250cv, foi adquirido por meio do Pregão Presencial nº 17/2014.

Após a aquisição do veículo, foi feita então a aquisição e montagem do equipamento tanque metálico, com capacidade de 12 mil litros, que foi instalado no caminhão. O equipamento custou R$ 52 mil, e foi fornecido pela TBA-Tecnologia em Equipamentos Ltda.

O Superintendente-geral da Daemo Ambiental, Antônio Jorge Motta, ressaltou que a iniciativa vem ao encontro das necessidades prementes do município, no que diz respeito ao atendimento em serviços urbanos de aguagem, lavagem e limpeza de asfalto, praças e logradouros.

O caminhão-pipa será também importante ferramenta auxiliar no combate a incêndios de qualquer porte, seja na área urbana, seja na área rural, em canaviais, etc. O caminhão poderá também suprir os Bombeiros quando necessário, por meio de um sistema de interligação de mangueira.

Para o prefeito Geninho Zuliani, o município ter um veículo utilitário deste porte e com essa capacidade técnica demonstra a consonância da Autarquia com os novos tempos que a cidade vive. “Importante frisar que estaremos utilizando sempre a água de reuso, aquela descartada pelo Termas dos Laranjais. Portanto, não haverá ônus para o município, e para o consumidor proporcionará um melhor atendimento dos serviços a serem realizados”.

DSC_0051

 

GERADOR DE ENERGIA

Outro investimento em melhorias de serviços feito pela Daemo Ambiental foi na aquisição de três geradores de energia movidos a diesel, que deverão evitar paralisações dos sistemas de captação e de tratamento de água em caso de queda ou interrupção do fornecimento de energia.

Por enquanto a Superintendência recebeu o primeiro gerador, movido a diesel, que será instalado na captação do Olhos D’Água. Todos os equipamentos foram fornecidos pela Silmáquinas e Equipamentos Ltda., vencedora do Pregão Presencial 14/2015. O gerador já entregue, o maior dos três, tem o valor de R$ 145.712,15.

Outros dois geradores deverão chegar nos próximos dias, um para instalação na Estação de Tratamento de Água-ETA, no valor de R$ 93.331,97, e outro, portátil, para uso nos poços diversos espalhados pela cidade. Ou seja, a Daemo Ambiental está investindo em recursos próprios na aquisição destes equipamentos, um total de R$ 341.900. Somados os dois investimentos, são quase R$ 600 mil em recursos recebidos de consumidores que retornam na forma de prestação de serviços que lhes proporcionam maior conforto, tranquilidade e segurança.

Daemo oferece curso para podadores de árvores cadastrados

A Divisão de Meio Ambiente da autarquia Daemo Ambiental, de Olímpia, está promovendo o Curso de Poda de Árvores para as empresas e podadores autônomos cadastrados na autarquia, para atualizá-los e orientá-los para uma poda adequada nos exemplares arbóreos de Olímpia.

poda-arvore

Além disso, visa atender as Metas do Plano de Arborização Urbana e a Legislação em vigor, no controle e fiscalização das podas das árvores no município. O curso será ministrado nos dias 2 e 3 de julho, das 8h às 17h, na Sala de Reunião da Daemo Ambiental.

Durante os dois dias do curso, serão realizadas diversas atividades como palestra com o engenheiro agrônomo Otton Garcia de Arruda, da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de São José do Rio Preto, apresentação de modelos e exemplares arbóreos, além de exposição de EPI’s – Equipamentos de Proteção Individual, equipamentos e ferramentas de poda.

Até a data do curso, a Divisão de Meio Ambiente da Daemo Ambiental ainda estará recebendo a documentação para o cadastramento dos podadores. Os documentos necessários são: RG, CPF/CNPJ, uma foto 3×4, comprovante de residência, Inscrição municipal e registro no IBAMA (caso possua motosserra). Além da documentação acima, o podador deve informar se realiza outros tipos de serviços como jardinagem, supressão de árvores, utilização de lenha retirada de toco, reforma de calçadas e se deseja a divulgação ou não de seus serviços para os interessados.

Para as pessoas que realizam a “poda de formação”, com ferramentas simples como a tesoura ou o tesourão de poda, cortando apenas galhos finos com diâmetro menor de 2cm, sem utilizar escadas ou outros tipos de ferramentas pesadas, não é necessário estarem cadastradas. O munícipe poderá intervir no exemplar arbóreo, promovendo o seu desenvolvimento adequado. Para orientações, a Divisão de Meio Ambiente conta com equipe técnica capacitada para atender ao munícipe.

O credenciamento dos podadores somente será possível com a participação dos mesmos nas atividades de orientação e reciclagem. A exigência da apresentação da carteirinha pelos podadores aos fiscais da Prefeitura está prevista para setembro deste ano. Até lá, somente os podadores cadastrados na Daemo Ambiental poderão realizar as podas nas árvores das vias públicas. Os podadores estando orientados para os cuidados necessários com o exemplar arbóreo promoverão seu desenvolvimento, melhorando a qualidade de vida da população.

A programação do curso está disponível no site da Daemo Ambiental, www.daemo.com.br.

Escola Anita Costa abre Semana do Meio Ambiente

No último domingo (31) houve a abertura da I Semana do Meio Ambiente na Escola Dona Anita Costa com a organização e apoio do Programa Escola da Família e Grupo Escoteiros Olhos D’Água, sendo recebido pela professora Dulce Berti, diretora da escola e o professor Rodolfo Alonso, vice-diretor do programa. Entre os convidados, estava o vereador e presidente da Câmara Municipal, Luiz Salata (PP).

interna-escoteiros

As atividades aconteceram com a participação de alunos, professores, pais de estudantes, escoteiros, todos entusiasmados com a exposição de equipamentos dos escoteiros em acampamento completo, palestra sobre meio ambiente e a função dos escoteiros na preservação. Na continuidade realizou-se a montagem de barracas e tendas e participação dos alunos da escola na elaboração de trabalhos e pesquisa.

Ao final, os participantes receberam mudas e sementes para a preservação da arborização urbana.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Salata (PP), participou e disse que “que mantém um carinho especial pela Escola Anita, visto que lá foi alfabetizado, bem como todos seus irmãos e sua saudosa genitora dedicou-se durante trinta anos como professora no tradicional estabelecimento olimpiense de ensino”. E, concluiu: “Foi na Escola Anita Costa que tive a  minha formação escolar e vivi grandes momentos de minha infância, tudo isso me fortalece e me traz felizes lembranças de meu aprendizado”.

Olímpia quer liderar Consórcio Intermunicipal de Meio Ambiente

A interlocutora do Programa ‘Município Verde-Azul’ e assessora de Meio Ambiente da Daemo Ambiental, Ana Lúcia Lopes Volfe, e Camila Valente Furquim Vicente, suplente do Programa Município Verde-Azul e Assessora Setorial da Daemo Ambiental, participaram no dia 27 de maio passado, em São José do Rio Preto, do encontro da Rede de Estudos Ambientais do Noroeste Paulista-REANP, realizado na sede regional do DAEE (Departamento de Água e Esgoto do Estado), com a finalidade de obter novos elementos que auxiliem na formatação do Consórcio Intermunicipal em formação tendo Olímpia como “carro-chefe” de outros 22 municípios da macrorregião que o integrarão.

reuniao-meio-ambiente

A Estância Turística de Olímpia preocupa-se em montar um Consórcio Intermunicipal e em março de 2015 fez a primeira discussão com outras prefeituras para a elaboração e posterior concretização do projeto. “Esse ato é um grande avanço nas ações do Programa Município Verde-Azul”, pontua Camila Furquim Vicente. De acordo com ela, neste encontro foi possível vislumbrar um modelo de consórcio implantado na região de Assis, o CIVAP – Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema.

No encontro em questão, os representantes dos municípios presentes tiveram a oportunidade de conhecer a realidade do Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema, fundado em 1985, portanto com 30 anos de história, representando atualmente 25 municípios da região do Vale do Paranapanema. O lema do consórcio é “Sozinho, o problema é seu, juntos, ele é nosso!”.

O Consórcio funciona como uma ONG (Organização Não Governamental) e possui rotina de administração pública, inclusive auditado pelo Tribunal de Contas.

O formato do Consórcio Intermunicipal em gestação em Olímpia não é exclusivamente voltado ao Meio Ambiente. Mas Camila vê um entrelaçamento de todas as questões tratadas, com o Meio Ambiente. “Todos os projetos apresentados tratam, entre as diversas ações, também do Meio Ambiente. Praticamente todas as cidades possui um curso d´água, por exemplo”, lembra ela, “o que já demanda preocupação ambiental”, completa. “Tudo está interligado. Os municípios têm seus projetos em saúde, recape, drenagem, etc. e também em revegetação, e qualquer obra a ser implantada requer uma atenção especial ao meio ambiente”, analisa Camila.

A Diretora Executiva do CIVAP, Ida Frangoso de Souza apresentou projetos ambientais desenvolvidos com os municípios consorciados que destinam de maneira ambientalmente correta os resíduos eletroeletrônicos, pneumáticos inservíveis, pilhas e baterias, o beneficiamento de resíduos da construção civil, com a utilização de uma usina móvel de britagem destes resíduos, por meio de um caminhão, um britador e um gerador. Depois, o resultado é reaproveitado no melhoramento das estradas rurais e outros fins, conforme se pretende também para Olímpia.

Escolha qual deve ser o mascote do Comitê Turvo/Grande até domingo

O Comitê da Bacia Hidrográfica-Turvo/Grande, ao qual Olímpia pertence, abriu votação pública, a partir deste 1º de junho e até o dia 7 próximo, domingo, para a escolha do Mascote que a partir daí vai ilustrar o site da instituição.

MASCOTES2

Foram escolhidos três finalistas dentre os trabalhos recebidos, os quais agora passarão por votação pública, que começou neste dia 1º de junho, e se estende até o dia 7, domingo que vem.

A escolha se dará por meio da internet, entre três ilustrações finalistas. O concurso foi lançado no dia 17 de março, durante a “Semana da Água-2015”, do CBH-TG, por meio de edital.

O concurso “Mascote do Comitê da Bacia Hidrográfica Turvo-Grande: Vamos dar vida ao Turvinho!”, foi destinado a alunos do Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino, com os objetivos de sensibilizá-los frente à problemática dos recursos hídricos e também de criar um personagem (desenho e texto narrativo contando sua história) para representar o CBH-TG de maneira amigável em futuras publicações educativas.

Com o apoio e participação efetiva das nove Diretorias de Ensino envolvidas, foram recebidos pelo CBH-TG os trabalhos elaborados por equipes de alunos e professores de diversas escolas espalhadas na Bacia. Em 26 de maio, tais trabalhos foram previamente avaliados por uma Comissão Avaliadora da Câmara Técnica de Educação Ambiental do CBH-TG, com base nos critérios estabelecidos no edital.

Acesse o site (www.comitetg.sp.gov.br) entre os dias 1º e 7 de junho, vote no seu trabalho preferido e ajude a eleger a mascote do Comitê Turvo-Grande. Para votar, é necessário antes fazer um cadastro no site. Caso já tenha se cadastrado, é só fazer login e votar (o espaço para votação está disponível no site).

Os critérios para a eleição são: A) Atendimento aos objetivos do concurso; B) Clareza na expressão das ideias; C) Originalidade e criatividade. O trabalho vencedor será divulgado em Cerimônia de Premiação cuja data será informada em breve pela Secretaria Executiva do CBH-TG.

Esclarecimentos e mais informações com a Secretaria Executiva do CBH-TG pelo fone (17) 3227-2108 ou e-mail: [email protected]. O site é www.comitetg.sp.gov.br.

Vote e contribua com a iniciativa.

Começam as obras de desassoreamento do Olhos D’Água para posterior canalização

Teve início ontem, terça (19), o serviço de desassoreamento do Rio Olhos D’Água, para posterior canalização, no trecho entre a Benjamin Constant e a Constitucionalistas de 32. É a primeira etapa das ações previstas para aquele trecho da Avenida, antecipando a revitalização e urbanização. “Após esta etapa da obra, aí sim, entra a revitalização e urbanização, para serem feitas em dois anos”, segundo informa o secretário de Obras e Engenharia, Luís Carlos Benites Biagi.

DSC_0232

A empresa responsável pela obra, a ETC, já encaminhou para Olímpia quatro caminhões basculantes, uma escavadeira de braço longo, uma pá-carregadeira e outros equipamentos para a execução da obra. Todos os proprietários de estabelecimentos comerciais naquele trecho já foram informados dos detalhes da obra, pelo secretário de Turismo Beto Puttini.

Foi apresentado a eles, na ocasião, o projeto de revitalização dos cerca de 450 metros de extensão entre a Benjamin e a Constitucionalistas. O Prefeito Geninho Zuliani e o Secretário aproveitaram a deixa e apresentaram a eles também os outros dois projetos em curso, um deles de instalação de uma praça de gastronomia na Avenida dos Olimpienses.