Villaggio D’Itália entrega mais 56 apartamentos em agosto e o momento é de investir

Publicado em 05 de dezembro de 2012 às 12h32
Atualizado em 05 de dezembro de 2012 às 12h44

As torres 3 e 4 do Residencial Villaggio D’Itália devem estar concluídas, e entregues as chaves aos seus 56 moradores, em agosto. O Diário foi conferir o andamento das obras nesta quarta-feira (5) e, de fato, os blocos estão em fase adiantada de construção e os apartamentos dos andares inferiores já recebem acabamentos, como gesso e janelas.

DSC_9745

A garantia da entrega em agosto é de um dos empresários que compõem a empresa, o corretor de imóveis Carlos Savian. As torres, 1, 2 e 7, já foram entregues em fevereiro passado. Além dele, compõe a Remasa Empreendimentos o empresário olimpiense Ronald Remondy Júnior e o construtor Marcos Buck (Buck Construtora, de Rio Preto).

“Quem quiser aproveitar para adquirir um imóvel, ou fazer um ótimo investimento, o momento é agora”, assinala Savian, que explica: “O valor ainda é o de construção. Depois de agosto, com as novas torres concluídas e entregues aos moradores, o valor, evidentemente, passa a ser outro, muito mais valorizado”.

DSC_9719

O morador recebe, além das chaves, um memorial descritivo relatando cada detalhe do empreendimento, tais como área de lazer, piscina aquecida, salão de festas, playground, portaria 24 horas, elevadores e demais benefícios previamente anunciados”, assinala Savian.

No local, já está demarcada a área das duas torres finais – 5 e 6. Tão logo as torres 3 e 4 sejam concluídas, os funcionários iniciam as duas torres finais, para a entrega em 2014.

Nas fotos, confira, também, a paisagem ao redor, vista da torre 7, de onde o Diário fez o registro fotográfico.

GALERIA DE FOTOS

[nggallery id=162]

Assunto(s):

Leia também:

5 comentários

  1. joao roberto rateiro disse:

    quero saber do preço deste imovel

  2. joão disse:

    Apenas a título de informação e contribuição à notícia, gostaria de acrescentar que há um regimento interno elaborado pelos residentes do condomínio, no qual impede a locação por temporada das unidades. O regimento está registrado no Cartório local.

    O investimento que o Dr. Savian se refere implica em aluguéis de praxe, com inquilinos com contratos superiores a 30 dias que, evidentemente, são um ótimo investimento.

    Abraços, João.

  3. Eduardo izaias disse:

    Por acaso, vcs teriam emails ou site para outras informações. Como preco e formas de pagto?

    Grato

Resposta para Eduardo izaias